Governo vai enviar SMS para quem precisa devolver o auxílio emergencial de R$ 300 e R$ 600

0

Os brasileiros que tiveram o auxílio emergencial cancelado vão receber, entre 21 e 22 de dezembro, mensagens SMS do Ministério da Cidadania informando sobre a possibilidade de contestar o cancelamento do benefício. Além disso, as mensagens também podem informar sobre a necessidade de devolução do auxílio, caso o beneficiário o tenha recebido “de maneira irregular”.

Segundo a Controladora Geral da União e o Tribunal de Contas da União, são cerca de 1,2 milhão de pessoas  identificadas como “beneficiários indevidos” que receberão as comunicações via SMS. A mensagem vai informar o CPF do beneficiário e o link do site do Ministério da Cidadania, e será enviada pelo número 28041.

É provável que você também goste:

Fim do Auxílio Emergencial? Confira 22 benefícios que você pode receber

Novo salário mínimo em 2021 aumenta aposentadorias, seguro-desemprego e PIS

Como consultar e pagar o IPVA 2021 em todos os estados brasileiros

Governo vai permitir contestação de notificações até 31 de dezembro

No caso dos beneficiários indevidos, também entram aquelas pessoas que enquanto recebiam o auxílio emergencial, começaram a receber também outro beneficio do governo. Nisso se enquadra aposentadoria ou seguro desemprego, por exemplo.

Segundo o Ministério, todas as pessoas que receberem essa mensagem SMS podem contestar a decisão. Assim, se você quer contestar a decisão, seja de cancelamento do auxílio emergencial ou a sua devolução, deve entrar no site da Dataprev até o dia 31 de dezembro de 2020.

Conforme estimativa do governo, se cada brasileiro devolver pelo menos uma parcela dos R$ 600 pago pelo benefício, cerca de R$ 1,574 bilhão retornariam aos cofres. Além disso, segundo o governo, os nomes indicados por órgãos de controle ou rastreados por auditoria interna do governo já tiveram o repasse das demais parcelas cancelado. Se você está entre eles, saiba a seguir como devolver o valor.

Afinal, como devolver o Auxílio Emergencial?

Para devolver o valor do Auxílio Emergencial, o Ministério da Cidadania lançou em maio deste ano um site para devolução do dinheiro. Sendo assim, você deve acessar este site e preencher o Número de Identificação Social (NIS) ou o CPF.

Lembrando que este É O ÚNICO MEIO DE DEVOLVER O DINHEIRO. Portanto, cuidado com possíveis golpes e pedidos de transferência de valores por terceiros. Afinal, nenhuma outra forma de pedido de transferência é feito pelo governo. Para devolver o auxílio, você deve emitir uma Guia de Recolhimento da União diretamente no site do Ministério da Cidadania.

Enfim, quer ler mais notícias como essa?

Então, é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Além disso, é importante lembrar que fazemos lives em todas as plataformas, todos os dias, às 20:00h. É só colar lá!

Imagem: Miguel Lagoa/shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...