Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Municípios prorrogam ou criam os próprios benefícios sociais; saiba mais

Sem Auxílio Emergencial, medidas tentam criar embiente econômico mais estável durante pandemia

0

A discussão envolvendo a volta do auxílio emergencial continua, e parece poder se estender por mais alguns dias ou semanas. Assim, enquanto o governo federal não decide pelo retorno do benefício social, governadores e prefeitos optam por criar ou prorrogar programas de distribuição de renda próprios dos municípios. Com isso, a medida visa diminuir os impactos negativos da pandemia na economia.

Dessa forma, na tentativa de melhorar a falta de renda, além de diminuir o desemprego, pelo menos 14 estados brasileiros, juntamente com seus governos locais, oferecem investimentos que chegam a R$ 973 milhões. Assim, existem ações e projetos nas cidades São Paulo, Salvador, Manaus, Cuiabá e Goiânia. Além disso, localidades do interior, como Canoas (RS), Bela Vista de Goiás (GO) e Gaxupé (MG), fazem parte da lista.

É provável que você também goste:

Como saber se você ainda tem direito ao saque emergencial de R$ 1045 do FGTS.

Como usar o saldo do FGTS sem ter sido demitido?

Veja a lista do Auxílio emergencial de estados e municípios

Em primeiro lugar, é importante dizer que, apesar de serem medidas contra a pandemia de coronavírus, o formato do auxílio emergencial e o número de pessoas beneficiadas variam em questão de tempo e valor.

Por exemplo, no Programa Bora Belém (PA), a prefeitura da cidade, em parceria com o governo do estado, oferece um benefício no valor de R$ 450 mensais para 9 mil famílias. Já em Goiás, esse valor cai para R$ 300, e dura seis meses, para famílias com renda mensal de até R$ 89. Veja, então, o restante da lista:

  • Programa Bolsa Rolândia (SP): benefício no valor de R$ 300 pelo prazo de três meses, sendo março, abril e maio. O governo deve beneficiar 1.636 famílias.
  • Programa Auxílio Manauara (AM): promete beneficiar famílias manauaras com o benefício no valor de R$ 200 mensais durante seis meses, podendo prorrogar por outros seis.
  • Programa social de São Paulo (SP): o prefeito da cidade, Bruno Covas (PSDB), deve retomar o programa que pagou no ano passado a quantia de R$ 300, divida em três parcelas de R$ 100. O benefício aprovado em primeira votação terá sua sanção em plenário na Câmara dentre os próximos dias.
  • Programa emergencial de Salvador (BA): o prefeito eleito de Salvador, Bruno Reis (DEM), decidiu continuar sem interrupção a ajuda emergencial no valor de R$ 270. A iniciativa tem previsão para durar até março.
  • Programa Renda Família de Goiânia (GO): já aprovado pelo prefeito da cidade, e vai pagar R$ 300 reais por mês a famílias de baixa renda pelo período de seis meses.
  • Programa Auxílio Emergencial Macapá (AP): por fim, essa medida oferece o chamado “auxílio alimentação”, no valor de R$ 300. A medida teve sua aprovação em dezembro.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...