Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

CONFIRMADO: Auxílio Emergencial vai ser reduzido para R$ 300, mas vai ter mais 4 parcelas

O presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje que o Auxílio Emergencial vai ser reduzido para apenas R$ 300, mas vai ter mais 4 parcelas. A oficialização no pagamento do auxílio por mais tempo vai se dar por meio de uma medida provisória (MP). Sendo assim, o Congresso ainda vai ter que aprovar essa MP. Veja mais detalhes sobre o anúncio feito por Jair Bolsonaro no texto a seguir.

É provável que você também goste:

Epidemia pode ser enquadrada como desastre natural, permitindo saque integral do FGTS

C6 Bank lança cartões de crédito virtuais e um deles não cobra anuidade

Mercado Pago é seguro? Como funciona a carteira digital?

Auxílio Emergencial vai ser reduzido para R$ 300

De acordo com Bolsonaro, “não é um valor o suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então, decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”.

Até então, estavam previstas apenas 5 parcelas de R$ 600 (ou R$ 1200, no caso de mães solteiras). O Auxílio Emergencial, vale lembrar, é um benefício criado durante a pandemia de Covid-19 para ajudar pessoas de baixa renda, informais e autônomos. Caso a Câmara e o Senado aprovem a MP, o governo vai pagar o Auxílio Emergencial até o final do ano.

Antes desse anúncio, Bolsonaro já tinha dado sinais de que queria reduzir o valor do Auxílio Emergencial para R$ 300. Conforme dados da equipe econômica do governo, o benefício custou cerca de R$ 50 bilhões por mês em sua primeira fase.

Bolsonaro fez esse anúncio hoje (1º), no Palácio da Alvorada, em reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com líderes do governo e políticos aliados.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Marcelo Chello / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...