O Banco Central deu autorização para a constituição do Banco Hyundai. O anúncio foi realizado na quinta-feira. Os sócios serão a própria montadora sul-coreana e a Aymoré, braço de financiamento pessoal e de veículos do Santander Brasil.

É provável que você também goste:

Servidores entendem como ‘declaração de guerra’ a reforma da previdência de Bolsonaro.

5 cartões de crédito sem anuidade e sem consulta ao SPC e Serasa.

Nubank é eleita a empresa mais inovadora da América Latina.

Banco Hyundai

Contudo, em setembro do ano passado, a diretoria do Banco Central já havia dado autorização para o funcionamento da instituição, que se chamará oficialmente como Banco Hyundai Capital Brasil, com sede na capital paulista. O banco terá capital inicial de 100 milhões de reais.

Em 2018, a Hyundai fechou com uma participação de 9,6 por cento do mercado brasileiro de automóveis, segundo a entidade que representa a concessionárias, a Fenabrave. A Hyundai é a quarta maior do país, ficando na frente de marcos como Renault e Fiat.

O Santander Brasil, no entanto, tem usado o financiamento para compra de veículos como uma das principais alavancas de seu crescimento do crédito nos últimos anos. No fim do ano passado, o estoque de operações de financiamento ao consumo do banco, originadas fora da rede de agências, atingiu 50,1 bilhões no término, o que representa um aumento de 19,5 por cento em 12 meses.

Leia também:

Confira dicas para ser aprovado no Nubank e no Banco Inter

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.