O Banco Inter divulgou ontem (10) a prévia operacional do terceiro trimestre de 2019. No período, a instituição abriu 732 mil novas contas e atingiu a marca de 3,3 milhões de correntistas. Na comparação com 2018, o número total de clientes triplicou. Apenas em setembro, o banco digital abriu 12 mil contas por dia útil.

É provável que você também goste:

Nubank está enviando cartas escritas à mão para potenciais clientes.

É verdade que o Cartão da Caixa dá R$ 9 mil de forma gratuita?

Nubank está se organizando para oferecer novo serviço de pagamento instantâneo.

PagBank é opção sem consulta ao SPC/Serasa e você pode ganhar dinheiro indicando

Banco Inter abre 12 mil contas por dia e acelera para chegar a 4 milhões de correntistas

Destaque também para o aumento do número de clientes que investem por meio da Plataforma Aberta Inter (PAI). Com um crescimento anual de 297%, o banco digital já possui 338 mil clientes investidores, o equivalente a 10% da base.

O Banco Inter prepara o lançamento de um super app, com a inclusão de um marketplace no aplicativo Conta Digital. Com ele, os correntistas poderão realizar compras com cashback nas principais redes varejistas do país.

De acordo com o CEO, João Vitor Menin, a instituição tem vocação para ser o primeiro super app brasileiro. Especialmente, porque já conta com estrutura de pagamento e crédito, dados e recorrência de acesso. No terceiro trimestre, o Banco Inter ultrapassou a marca de 90,7 milhões de acessos no aplicativo, tendo contabilizado 1,4 milhão de acessos por dia útil no mês de setembro.

O Inter também recebeu 62,9 mil solicitações de portabilidade de salário de correntistas no período, um importante dado de primarização.

Na parte de originação de crédito, o crescimento foi de 123% ante o terceiro trimestre de 2018, totalizando R$ 1,2 bilhão. O crédito consignado atingiu R$ 293 milhões, enquanto o crédito imobiliário chegou a R$ 354 milhões e o crédito para pequenas e médias empresas R$ 591 milhões.

Sobre o Banco Inter

O Banco Inter possui 25 anos de mercado e atuação em todo o território nacional. É o primeiro banco 100% digital do país e o único a oferecer uma conta totalmente isenta de tarifas, que serve como porta de entrada dos clientes para uma completa plataforma digital de serviços. O Inter foi o primeiro banco digital a abrir capital no Brasil, em abril de 2018, e está listado na Bolsa de Valores (B3). Em junho de 2019, o banco contava com uma carteira de crédito de mais de R$ 3,9 bilhões, com patrimônio líquido de R$ 973 milhões e R$ 6,7 bilhões de ativos totais.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.