Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Beneficiários não conseguem o Auxílio Emergencial porque aparecem como presidiários

0

O Auxílio Emergencial de R$ 600 (ou R$ 1200, para mães solteiras) está sendo um suporte importante para os trabalhadores afetados pela pandemia. Para receber o benefício, é preciso possuir renda que não ultrapasse meio salário mínimo por familiar, ou renda total de até três salários mínimos. Entretanto, muitas pessoas não conseguem o auxílio por um problema: alguns beneficiários aparecem como presidiários de forma equivocada.

Confira, a seguir, por que alguns beneficiários aparecem como presidiários e como está sendo resolvido o problema. Além disso, confira os calendários de pagamento em andamento.

Afinal, por que beneficiários aparecem como presidiários?

Segundo a Caixa Econômica Federal, por meio de divulgação de uma nota oficial sobre o problema, a responsabilidade pela análise é da Dataprev. Ou seja, a Dataprev é a instituição responsável por verificar se o cidadão cumpre as exigências previstas na lei e se pode estar apto para receber o benefício. Dessa forma, os problemas de cadastro, como esse em que beneficiários aparecem como presidiários, não seriam responsabilidade do banco.

Contudo, a Dataprev não se manifestou sobre o problema enfrentado por diversos trabalhadores até o momento. Da mesma forma, o Ministério da Economia também foi procurado por alguns trabalhadores e prometeu verificar a situação.

Entretanto, ainda não foi dada uma resposta direta sobre o assunto. Segundo o Ministério, “todas as solicitações em análise estão passando pelos filtros de checagem para evitar o pagamento do Auxílio Emergencial àqueles que não têm direito de receber”. Além disso, o ministro lembrou que o governo oferece um sistema de acompanhamento do processo de concessão do auxílio, que pode ser acessado neste link.

É provável que você também goste:

Auxílio Emergencial já pode ser usado para fazer pagamento pelo celular nas maquininhas

Os R$ 600 do auxílio emergencial poderão ser considerados um empréstimo no futuro e você terá que devolver

Para identificar fraudes, governo vai liberar nomes dos beneficiários do Auxílio Emergencial

Confira os calendários de pagamento do benefício

Apesar do problema em que alguns beneficiários aparecem como presidiários, muitas pessoas já receberam o Auxílio Emergencial. Confira, abaixo, os calendários de pagamento dos beneficiários já pagos e a pagar, inclusive os do Bolsa Família.

  • 20 de maio – nascidos em janeiro e fevereiro (5 milhões de pessoas);
  • 21 de maio – nascidos em março e abril (5,3 milhões de pessoas);
  • 22 de maio – nascidos em maio e junho (5,3 milhões de pessoas);
  • 23 de maio – nascidos em julho e agosto (5,2 milhões de pessoas);
  • 25 de maio – nascidos em setembro e outubro (5,2 milhões de pessoas);
  • 26 de maio – nascidos em novembro e dezembro (5 milhões de pessoas).

Calendário de saque da segunda parcela do Auxílio Emergencial em espécie

Para aqueles que receberam o pagamento da segunda parcela do auxílio e desejam fazer o saque em dinheiro, a regra é diferente. Portanto, é preciso esperar o calendário a seguir:

  • 30 de maio – nascidos em janeiro (2,6 milhões de pessoas);
  • 1 de junho – nascidos em fevereiro (2,4 milhões de pessoas);
  • 2 de junho – nascidos em março (2,7 milhões de pessoas);
  • 3 de junho – nascidos em abril (2,6 milhões de pessoas);
  • 4 de junho – nascidos em maio (2,7 milhões de pessoas);
  • 5 de junho – nascidos em junho (2,6 milhões de pessoas);
  • 6 de junho – nascidos em julho (2,6 milhões de pessoas);
  • 8 de junho – nascidos em agosto (2,6 milhões de pessoas);
  • 9 de junho – nascidos em setembro (2,6 milhões de pessoas);
  • 10 de junho – nascidos em outubro (2,6 milhões de pessoas);
  • 12 de junho – nascidos em novembro (2,5 milhões de pessoas);
  • 13 de junho – nascidos em dezembro (2,5 milhões de pessoas).

Além disso, aqueles que são beneficiários do Bolsa Família também poderão receber o pagamento da segunda parcela de acordo com o último dígito do NIS. Nesta sexta-feira (29) ocorre o último pagamento, sendo a vez daqueles que tem o número do NIS terminado em 0.

O que fazer quando beneficiários aparecem como presidiários?

Por fim, se você é um dos que possuem o problema em que beneficiários aparecem como presidiários, acesse o link disponibilizado anteriormente e procure as melhores formas de resolver o problema, exigindo seu direito ao benefício.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Brenda Rocha / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...