Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Para identificar fraudes, governo vai liberar nomes dos beneficiários do Auxílio Emergencial

0

Em menos de duas semanas, esse programa governamental que dá uma ajuda financeira durante a pandemia do coronavírus deve mudar. Afinal, os nomes de beneficiários do Auxílio Emergencial poderão ser divulgados para garantir maior transparência.

É provável que você também goste:

Beneficiários não conseguem o Auxílio Emergencial porque aparecem como presidiários

Nubank lança botão de doação para ajudar no combate ao coronavírus

Prazo para saque do abono salarial do PIS/Pasep acaba hoje (29)

Para identificar fraudes, governo vai divulgar nomes dos beneficiários do Auxílio Emergencial

Nas próximas duas semanas, o funcionamento do programa de auxílio emergencial do governo federal deve mudar. São mais de 53 milhões de brasileiros recebendo o Auxílio Emergencial hoje, e os nomes destas pessoas podem ser divulgados para garantir transparência.

Na última terça-feira (26), o ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, informou que questões relacionadas à transparência serão alteradas para os beneficiários do Auxílio Emergencial.

Durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, Wagner Rosário afirmou: “o ponto de destaque é que em 12 a 15 dias vamos estar colocando em transparência toda a base do recebimento do auxílio emergencial, com todas as pessoas que vem recebendo, para que o cidadão possa ele mesmo fiscalizar esses cerca de 53 milhões de pessoas que estão cadastradas com recebimento do auxílio emergencial”, disse o ministro.

Orçamento do Auxílio Emergencial chega a R$ 123 bilhões

Os beneficiários do Auxílio Emergencial começaram a receber o pagamento dos R$ 600 ou R$ 1.200 em abril, como uma renda para trabalhadores informais do Brasil durante a pandemia do coronavírus. Até hoje, os recursos orçamentários já somam R$ 123 bilhões. 

Ainda que milhões de brasileiros estejam recebendo os pagamentos, diversos problemas afetam os beneficiários do Auxílio Emergencial desde que o programa começou.

Irregularidades no pagamento do benefício

A CGU está monitorando, junto ao Ministério da Cidadania, pagamentos recebidos irregularmente por beneficiários do Auxílio Emergencial que, na verdade, não têm direito ao benefício.

Existem, por exemplo, 74 mil sócios de empresas que receberam o valor de forma irregular. Também receberam o auxílio emergencial sem ter direito 86 mil pessoas físicas que fizeram doações de mais de R$ 10 mil nas últimas eleições. A investigação também encontrou beneficiários do Auxílio Emergencial que são proprietários de veículos com valor maior do que R$ 60 mil. Por fim, o governo identificou pessoas com domicílio fiscal no exterior que se cadastraram para receber o auxílio. Todas essas situações se enquadram como não aplicáveis ao pagamento.

“Em conjunto com o Ministério da Cidadania, a gente vem cortando esses benefícios para evitar a saída de recursos”, disse Rosário. Esta investigação para encontrar beneficiários do Auxílio Emergencial que não têm direito de recebê-lo segue em andamento e ainda não existe um número final de pessoas que se cadastraram irregularmente no programa.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Agência Brasil

Imagem destacada: Brenda Rocha / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...