Enquanto estamos todos tentando lidar com a pandemia de coronavírus e tentando driblar seus efeitos na economia, esse efeito já atingiu muitos bilionários. Juntas, as 500 pessoas mais ricas do planeta perderam mais de US$ 1 trilhão desde o início de 2020. Bernard Arnault, o homem mais rico da Europa, também teve seu patrimônio afetado pelo momento atual que estamos vivendo.

É provável que você também goste:

Cancelamento de voos durante a pandemia de coronavírus: veja a posição das empresas

Como sacar seu FGTS em qualquer banco sem sair de casa, na quarentena do coronavírus

Coronavírus: em ação inédita, Banco Inter libera 60 dias sem juros nas faturas de cartão de crédito

Arnault perdeu mais dinheiro do que qualquer pessoa no mundo com a crise, mas isso aconteceu por uma boa causa. O magnata é dono de um conglomerado que mantém as marcas Christian Dior e Louis Vuitton e alistou o grupo ao financiar máscaras de proteção para serem distribuídas. Foram encomendadas ao todo 40 milhões de máscaras.

Essas máscaras serão doadas na França e vêm direto de fornecedores chineses. Além disso, ele converteu a fábrica de perfumes da Dior em uma fábrica de álcool gel, para diminuir os efeitos do coronavírus em seu país.

“Para garantir esse pedido (máscara) durante um período extremamente tenso e para garantir que a produção comece hoje, Bernard Arnault contratou a LVMH para financiar toda a primeira semana de entregas, no valor de 5 milhões de euros (US $ 5,4 milhões)”, comunicou o grupo.

Por lá, também serão distribuídos frascos de álcool gel com a marca da Louis Vuitton, a partir de uma decisão do grupo LVMH (a maior empresa de artigos de luxo do mundo). Os frascos serão entregues às autoridades de saúde francesas. De acordo com a empresa, essa ação durará o tempo que for necessário. Somente em 2019, o setor de perfumes do grupo faturou 6,8 bilhões de euros.

Na França, os casos de coronavírus aumentaram e na terça-feira (24) o governo anunciou o estado de emergência sanitária, que permite o confinamento e outras medidas restritivas durante dois meses.

Bernard Arnault perdeu mais de US$ 35 bilhões

A fortuna de Arnault, entretanto, deu um salto bem recente. O mundo está de olho no pacote dos Estados Unidos para estimular a economia e, com isso, as bolsas de todos os países deram um respiro. Esse momento de crescimento rendeu a Arnault US$ 11,3 bilhões no mesmo dia.

Apesar dos ganhos com as negociações, no acumulado de 2020 o empresário tem uma perda de US$ 35,2 bilhões. Essa montanha-russa nas finanças do magnata representa o momento que os mercados estão vivendo, com fortes oscilações causadas pela pandemia de coronavírus e as soluções que os países têm encontrado para conter seus efeitos na economia.

Nos Estados Unidos, os investidores estão tendo um fôlego maior. Na terça-feira (24), o Dow Jones Industrial Average teve o maior avanço desde 1933. O Congresso está prestes a aprovar um pacote que inicialmente seria de US$ 1,8 tri, mas foi barrados pelos Democratas.

Quem também ganhou com esse alívio nas bolsas foi Warren Buffet, que aumentou seu patrimônio em US$ 6,5 bilhões. Buffet é considerado o investidor mais bem sucedido do século XX e é ainda uma referência a muitos que investem na bolsa de valores. Ele tem ações da ABC, Coca-Cola, Walt Disney, Gillette, entre outras grandes empresas.

Conheça mais sobre Bernard Arnault

O homem mais rico da Europa tem participações nas empresas LVMH e na Christian Dior. Também é acionista da grife de luxo Hermès International e da rede de supermercados Carrefour. Arnault, que hoje tem 71 anos, cresceu em uma família de pequenos industriais. Sua avó era a principal acionista das empresas da família.

Em 1984, o empresário francês adquiriu a Boussac, que na época era a dona da marca Dior. Nos anos seguintes, comprou também empresas de espumantes e de conhaques. Em 2008, foi eleito pela Forbes o maior acionista do grupo Carrefour.

Vale a pena investir na bolsa, afinal?

Ser um investidor na bolsa de valores é algo arriscado porque nada garante que você terá de fato um retorno. Tudo depende do momento em que investiu e qual empresa escolheu.

Aproveitar um momento de crise para resgatar ações não é uma boa ideia, pois há uma grande chance de você vender a ação por um valor menor do que comprou. Mas se você quer investir agora que os preços estão baixos, pode ser uma boa para conseguir lucrar quando a crise passar. O importante é ter paciência para esperar os mercados reagirem e ter um dinheiro disponível em outro tipo de aplicação para o caso de uma emergência.

Assim como Arnault e Buffet lucraram muito com a pequena retomada nos mercados, você também pode ganhar dinheiro se comprar ações agora e esperar as empresas valorizarem. Uma dica é não colocar todo o seu capital em investimentos de risco e estudar bem as empresas antes de comprar ações.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: NicogeninFlickr