Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Bitcoin na Bolsa: Primeiro ETF da América Latina põe criptomoeda na B3

Um ETF é uma espécie de fundo de investimento referenciado em algum ativo ou índice.

0

A gestora de recursos da holding QR Capital, QR Asset Management anunciou na sexta-feira passada (19) a aprovação do primeiro ETF (Exchange Traded Fund) de bitcoin do Brasil e da América Latina pela que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Com o bitcoin na bolsa, investidores poderão comprar e vender a criptomoeda na B3.

De acordo com a QR Asset Management, o novo ETF QBTC11 usará como referência o índice de contratos futuros de bitcoin do Chicago Mercantile Exchange (CME). O grande benefício sem dúvida é a segurança da Bolsa de Valores para os investidores brasileiros, além da praticidade quando comparada às negociações diretas da criptomoeda.

O ETF que permite o bitcoin na bolsa deve ficar disponível para investidores ainda neste primeiro semestre de 2021. A princípio, a oferta será apenas para investidores selecionados. É esperado que seja arrecadado algo em torno de R$ 500 milhões de investimentos num primeiro momento.

Primeiro ETF da América Latina

O novo ETF QBTC11 é o primeiro ETF de bitcoin da América Latina, e um dos poucos do mundo. Recentemente, o Canadá aprovou três fundos, enquanto nos Estados Unidos os reguladores ainda analisam os pedidos. Dessa forma, a Bolsa brasileira é a segunda bolsa de valores do mundo a oferecer um ETF de bitcoin.

De acordo com a QR Capital, “o QBTC11 coloca o Brasil no epicentro da mais moderna regulação financeira. Além de ser o primeiro ETF 100% bitcoin da América Latina, o QBTC11 é o quarto do mundo e sai poucas semanas após o lançamento dos três ETFs canadenses”.

Um ETF é uma espécie de fundo de investimento referenciado em algum ativo ou índice. Além disso, esse fundo é negociado através da Bolsa de Valores.

Você pode gostar também

Crise da pandemia faz busca por crédito aumentar 13,7% em fevereiro

Banco Inter permite que clientes invistam em Bitcoins pelo app.

UZZO Pay dá Bitcoin para clientes que usam aplicativo e cartão de crédito

Bitcoin na Bolsa com o maior preço histórico

O Bitcoin atingiu recentemente o maior preço de sua história. Valendo US$ 61 mil a unidade, a criptomoeda está crescendo cada vez mais em todo o mundo. A gigante norte-americana Tesla comprou recentemente US$ 1,5 bilhão em bitcoin. Já a MicroStrategy anunciou a compra de mais de US$ 1 bilhão em bitcoins.

Enfim, o que achou da matéria?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: REDPIXEL.PL / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...