Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Bitcoin chega aos US$ 13 mil e despenca, é hora de comprar ou é arriscado?

0

No final de 2017, o Bitcoin chegou ao seu pico máximo em US$ 20 mil. Para se ter uma ideia, pelo câmbio da época era comercializado a R$ 70 mil. Depois disso, o Bitcoin despenca, com uma forte desvalorização e chegou a valer somente US$ 4 mil. Agora no seu novo apogeu, chegando aos US$ 13.800 ontem (26) e voltou a cair. Afinal, é a hora de comprar ou é arriscado?

É provável que você também goste:

Bitcoin dispara novamente e ultrapassa a barreira dos US$ 12 mil

Será que a Fx Trading acabou e pode não pagar mais?

67% dos consumidores utilizam smartphones para compras online

Bitcoin chega aos US$ 13 mil e despenca

O novo declínio do Bitcoin começou por volta do final da tarde de ontem (26), em virtude de instabilidade na exchange de criptomoedas americana Coinbase. Isso aconteceu em função do alto volume de negociações, de acordo com um porta-voz da empresa ao portal CNBC.

Especialistas não concordam com unanimidade, mas tudo leva a crer que a criação da Libra, moeda virtual do Facebook tenha influenciado neste novo repentino crescimento do Bitcoin. Peter Brandt, por exemplo, avalia que a criptomoeda possa chegar a US$ 100 mil.

Outra situação é o “halving”, evento técnico que está previsto de acontecer em 2020, e que deverá afetar a mineração de Bitcoin. Ou seja, a cada quatro anos, a taxa de produção de Bitcoins é afetada pela metade, e isso deve ocorrer quando a criptomoeda completará 12 anos de existência. Historicamente, o “halving” provoca o encarecimento do Bitcoin.

E agora, será que é hora de comprar?

Tudo leva a crer que a moeda está amadurecendo, com a saída de especuladores e a entrada de investidores que pretendem utilizar o Bitcoin como uma proteção especialmente em relação a guerra entre Estados Unidos e China.

Entretanto, a criptomoeda é bastante volátil. Com isso, ao mesmo tempo em que há uma valorização rapidamente, pode acontecer de reduzir mais rápido do que você espera. Portanto, invista somente um valor que você não precise. Não retire todos os seus investimentos ou venda seus bens para comprar Bitcoin.

Enfim, gostou da notícia?

Então, siga Seu Crédito Digital no Google News. Receba em primeira mão notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...