Autor - Cássio Coelho

”Dinheiro sumiu da conta da Caixa”, alegam clientes do banco

dinheiro sumiu da conta da caixa

Nesta sexta-feira (18), algo inusitado e preocupante ocorreu com os clientes da Caixa Econômica Federal. Muitos alegaram que o dinheiro debitado em suas conta correntes na última quinta-feira (17), acabaram sumindo das contas. Os correntistas do Banco entraram em desespero e foram para as redes sociais reclamar que o dinheiro sumiu da conta da Caixa. Aparentemente, trata-se de um problema que atingiu os correntistas de todo o país.

Segundo os correntistas, o problema se alastrou por todo o país e ainda não foi resolvido. Muitos já estão perdendo a paciência e revelaram que ao entrar em contato com a Caixa, lhes foi sugerido que aguardassem pela resolução do problema. Através de mensagem de texto, a orientação era de que os correntistas procurassem as suas agências. Por outro lado, já nas agências, a orientação dada era para que esperassem. Isso deixou os correntistas irritados e muitos foram protestar no Twitter.

Leia também:

Banco Central autoriza C6 Bank, futuro concorrente do Nubank, a iniciar operações.

Cartão de crédito Celetem é sem anuidade e sem consulta ao SPC/Serasa.

Como solicitar empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa na Caixa com o FGTS?

O dinheiro sumiu da conta da Caixa? Twitter vira central de reclamações

Alguns correntistas reclamaram que tiveram problemas com transferências TED de outros bancos para a conta, afirmando que o dinheiro sumiu da conta da Caixa após ser transferido. Já outros clientes, reclamaram que receberam o salário na última quinta-feira (17), mas nesta sexta-feira, o dinheiro simplesmente sumiu.

A Caixa Econômica Federal já reconheceu o problema e garante que está fazendo de tudo para resolvê-lo, sem nenhum prejuízo para seus clientes.

O seu dinheiro sumiu da conta da Caixa?

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim, acompanhe artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos e empréstimos. Por fim, bem como tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Os 5 erros que você não deve cometer com o seu cartão de crédito

seu cartão de crédito

Os cartões de crédito são boas opções em determinadas situações, principalmente se forem cartões sem anuidade e que oferecem um programa de pontos. Um exemplo deste tipo de cartão é o Nubank, um cartão de crédito sem anuidade e que oferece varias vantagens aos seus usuários, que podem trocar os pontos  acumulados por diversos serviços. Serviços esses que vão de descontos no Uber até passagens aéreas. Mesmo com todas essas vantagens, você deve tomar muito cuidado na hora de usar seu cartão de crédito. Portanto, neste artigo você poderá conferir 5 erros que você não deve cometer com o seu cartão de crédito.

Saber usar seu cartão de crédito é muito importante, pois é preciso ter uma organização de suas finanças e o uso errado dele, pode acarretar em dívidas desnecessárias. Além disso, pode colocar você em um ”buraco” que será bastante complicado de sair. Por isso, é muito importante que você evite cometer erros com o seu cartão de crédito.

Leia também:

Parceria do Ourocard com a iPlace permite comprar iPhone em 18 vezes sem juros.

Flanelinhas aderem a máquina de cartão e ganham até 400 reais por dia

Como fazer renda extra com as milhas do cartão de crédito

Os 5 erros que você não deve cometer com o seu cartão de crédito

1) Fazer compras compulsivamente

Isso parece ser algo que acontece com a grande maioria das pessoas, pois é uma grande tentação usar o cartão de crédito para compras. Mas se possível, evite comprar compulsivamente usando o cartão de crédito. Assim, você economiza uma boa grana e ainda se livra de dívidas desnecessárias.

2) Fazer compras em sites desconhecidos

O comércio pela internet tem crescido cada vez mais e de forma rápida. Nos dias de hoje é comum que os consumidores comprem tudo pela internet. Mas é preciso ter muito cuidado com os sites desconhecidos, principalmente se for pagar com cartão de crédito. Procure sempre fazer compras em sites seguros e conhecidos. Pesquise bem sobre o site e também veja suas avaliações no site Reclame Aqui.

3) Comprar itens que não cabem no orçamento

Em momentos de promoções e grandes ofertas, como por exemplo, na Black Friday, grande parte dos consumidores costumam adquirir itens muito caros. Tente meter o pé no freio para evitar um futuro arrependimento e criar mais uma dívida desnecessária. Se você quer muito o item, tente juntar o dinheiro durante o ano e compre à vista.

4) Comprar um Automóvel

Existem cartões de crédito que dão limites astronômicos para alguns clientes. Com isso, alguns usam o cartão de crédito para comprar um automóvel. Não faã isso de jeito nenhum, a menos que você já tenha planejado como repor esse dinheiro. Procure a melhor forma possível para para pagar as prestações do carro.

5) Pagar dívidas do cartão de crédito utilizando outro

Este é um erro muito comum entre os donos de cartões de crédito. Usar um cartão de crédito para pagar outro s[o ir[a acumular mais dívidas. Mas se essa for a última saída, você pode utilizar o app PicPay, que permite pagar suas contas utilizando um cartão de crédito. Mesmo assim, o importante é organizar suas finanças para que não chegue a tal ponto..

Gostou das dicas?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Saiba como aumentar ou diminuir o limite do seu cartão de crédito Digio

limite do cartão de crédito Digio

Assim como o Nubank e outros cartões de crédito, o Digio é uma ótima opção de cartão sem anuidade.  Para pedi-lo, basta baixar o app para Android ou iOS ou acessar o site oficial e solicitar seu cartão. Lembrando que o usuário precisa ter o nome limpo e um bom score para que seja aprovado. A grande vantagem do Digio para os cartões de crédito “normais” é que você faz tudo pelo app, podendo até mesmo pedir o aumento do limite de crédito. Neste artigo, você vai aprender a como aumentar ou diminuir o limite do cartão de crédito Digio e também regular o melhor limite para você.

Para quem ainda não conhece, o Digio foi criado pelo Banco CBSS, instituição financeira do Grupo EloPar (Banco do Brasil e Bradesco). A grande diferença entre o desejado Nubank e o Digio, fica por conta da bandeira. Enquanto o Nubank opera com a bandeira Mastercard, o Digio opera com a bandeira Visa Internacional.

Leia mais:

Flanelinhas aderem a máquina de cartão e ganham até 400 reais por dia.

Como fazer renda extra com as milhas do cartão de crédito.

Como o Banco Inter consegue lucrar se não cobra tarifas?

Saiba como aumentar ou diminuir o limite do seu cartão de crédito Digio

Normalmente, com o passar do tempo, quanto mais você utilizar o cartão, maiores as chances de ter o limite aumentado em pouco tempo. Mas você não precisa aceitar esse aumento necessariamente. É possível ajustar o melhor limite que caiba em seu orçamento. É isso que ensinaremos logo a seguir.

Ajustando o limite do Cartão de crédito Digio

Passo 1

Entre no app do Digio e procure pelo menu (ícone com 3 riscos horizontais no canto inferior direito da tela do celular).

tuto 5

Passo 2

Escolha a opção ”Ajuste de limite”. Note que irá aparecer o seu limite máximo e abaixo uma barra de ajuste.

tuto 100

Passo 3

Por fim, basta você ajustar o limite para o valor desejado e apertar na opção ”Ajustar”. Pronto, seu limite do Digio está ajustado.

tuti

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Agora você já pode pagar multas de trânsito usando cartão de crédito

pagar multa de trânsito

Finalmente temos uma boa novidade para os motoristas. Principalmente para aqueles que as vezes as vezes acabam errando e levam uma multa. Agora é possível pagar multas de trânsito usando cartão de crédito ou de débito. A novidade foi confirmada pelo Governo Federal, que fez a publicação no Diário Oficial da União.  Com isso, você não será mais obrigado a pagar suas multas em dinheiro, basta ter um cartão de crédito ou débito para isso.

Leia também:

Bradesco começa a oferecer empréstimo online para não correntista em parceria com fintech.

A maneira mais rápida de conseguir empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa.

Pagar multas de trânsito com cartão de crédito e de débito agora é realidade

A Portaria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), do final de dezembro,  deixa bem claro que os contratos de autorização das credenciadoras deverão ocorrer sem ônus para o DNIT. Esta nova medida prevê ampliação do mercado potencial deste setor. Isso porque, aumenta cada vez mais a concorrência com a chegada de novas companhias.

Veja o que diz a portaria, que foi publicada no Diário Oficial da União na última terça-feira (08):

“O contrato de autorização não oneroso será celebrado a título gratuito, não implicando compromissos nem obrigações financeiras ou transferência de recursos entre os partícipes, sem direito a indenizações, contraprestações pecuniárias, ressarcimentos e/ou reembolsos”. 

“Os interessados deverão encaminhar requerimento ao Diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit”.

A portaria ainda revela que as multas de trânsito poderão ser parceladas diretamente com o DNIT:

“O recebimento de multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo e CNH pela rede arrecadadora será feito exclusivamente à vista e de forma integral ao Dnit, podendo ser realizado parcelamento, por meio de cartão de crédito, por conta e risco de instituições integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB)”.

Então, o que achou da nova medida autorizada pelo Governo Federal? É uma boa pagar multas de trânsito com o cartão de crédito?

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Destak

PicPay Bloqueado? Entenda os motivos para o bloqueio de sua conta

picpay bloqueado

Para quem ainda não conhece, o PicPay é um app para Android e iOS que pode ser considerado o ”salvador da pátria” para muitos usuários. O app de pagamentos permite que você pague seus amigos e até contas utilizando o cartão de crédito cadastrado. Assim, é possível cobrir algumas despesas e se livrar do aperto no mês. Porém, muitas vezes pode ocorrer do usuário ter o PicPay bloqueado, ou melhor, ter sua conta bloqueada ou limitada. Neste artigo você vai poder entender os motivos que fazem sua conta no PicPay ser bloqueada ou limitada.

Antes de tudo, você precisa saber como funciona o PicPay. O App de pagamentos digitais, funciona basicamente como um intermediário, que pode envolver as operadoras de cartão de crédito, bancos e estabelecimentos. Você pode pagar contas, boletos, e enviar dinheiro para seus amigos. Uma das vantagens do PicPay é que você pode até mesmo parcelar os pagamentos, com pequenos juros, é claro. Também tem a vantagem do cashback, onde em diversas compras e pagamentos, o usuário recebe um valor de volta pelo app. Esse valor pode ser usado para pagar contas e boletos. Porém, o PicPay possui algumas regras que podem ser identificadas nos termos de uso do app.

Leia também:

3 vantagens do Picpay além de pagar qualquer boleto com o cartão de crédito.

Por que tive meu PicPay bloqueado?

Possui idade menor que 16 anos

Este é um dos motivos mais comuns para o PicPay bloquear sua conta. Como dizem os termos de uso do app, são permitidos apenas usuários com 16 anos ou mais. Se o app identificar que você possui menos de 16 anos, sua conta do PicPay é automaticamente bloqueada.

Dados cadastrais falsos

Assim como em apps de bancos e cartões de crédito digitais, o PicPay também preza pela segurança, se os seus dados pessoais forem identificados como de terceiros ou falsos, sua conta será bloqueada.

Utilizar cartões de crédito de terceiros sem a devida autorização

Outra boa medida de segurança e que é um dos motivos que pode acabar com seu PicPay bloqueado é a utilização do cartão de crédito de terceiros sem a autorização. Ou seja, se você utilizar o cartão de uma outra pessoa e ela contestar a compra, sua conta PicPay será bloqueada imediatamente.

Vender produtos ilegais

Segundo os termos de uso, uma série de produtos legais e ilegais não são permitidos no app e têm suas vendas vetadas.

  • Drogas
  • Produtos piratas
  • softwares acadêmicos
  • Pirâmides financeiras.
  • Ações da bolsa de valores
  • Medicamentos
  • Antenas e decodificadores de sinal
  • Bancos de dados
  • Bilhetes de loteria
  • Fogos de artifício

Então, tenha muito cuidado, pois se você vender algum dos itens acima, poderá ter seu PicPay bloqueado.

Conflito entre as partes

Se o vendedor e o comprador entrarem em algum conflito, o app poderá bloquear as respectivas contas.

Meu PicPay foi bloqueado e agora?

Por fim, se você teve a sua conta do PicPay bloqueada, tenha calma. O app possui um link que leva ao site de ajuda, e você poderá conferir aqui.

Enfim, gostou da dica?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim continuará acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.