Bolsonaro diz que Auxílio Emergencial está endividando o Brasil e não pode continuar por muito tempo

0

Conforme declaração do presidente Jair Bolsonaro em live promovida nas redes sociais, o Auxílio Emergencial está endividando o Brasil. Segundo o presidente, o dinheiro usado para pagar o benefício não estava sobrando, portanto seria necessária a reabertura urgente da economia. Confira mais detalhes nessa matéria!

É provável que você também goste:

Confira como será o cartão do Banco BRB para os torcedores do Flamengo.

PIX: conheça o sistema que vai revolucionar os meios de pagamentos e permitir transferências até no final de semana.

WhatsApp Pay vem aí: Cade libera parceria entre Cielo e Facebook.

Bolsonaro diz que Auxílio Emergencial está endividando o Brasil

Confira a seguir a declaração completa do presidente: “Assinei o decreto essa semana. Mais duas parcelas que vão cobrir julho e agosto. Não podemos continuar por muito tempo, não é dinheiro que está sobrando, estamos nos endividando com isso. A gente apela aos prefeitos e governadores, cada vez mais, com responsabilidade, abrir o comércio e botar a economia para funcionar. Sabemos que é pouco, mas dá para fazer compra para necessidades básicas”.

Calendário das próximas parcelas está sendo finalizado

Por outro lado, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, trouxe uma boa notícia para os beneficiários do Auxílio Emergencial. De acordo com ele, o calendário de pagamento das duas parcelas adicionais do Auxílio Emergencial está quase finalizado. Sendo assim, falta muito pouco para que esse calendário seja enviado para aprovação de Jair Bolsonaro.

Conforme Pedro Guimarães, “Todas as pessoas que tiveram aprovado os três pagamentos não precisam se cadastrar. A validade é automática. O aplicativo tem 108 milhões de pessoas, está mais aprimorado, não temos mais filas nas agências e vamos anunciar o calendário muito em breve. Estamos conversando com Ministério da Cidadania e vai passar pelo presidente Bolsonaro. Vamos fazer o pagamento via conta digital, muito rápido, e vamos anunciar muito em breve”.

Por fim, Guimarães, elogiou o benefício social, destacando seu impacto positivo no interior do Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

Requisitos para pedir o Auxílio Emergencial

Primeiramente, para solicitar o Auxílio Emergencial existem regras estabelecidas pelo governo federal, a primeira delas é necessário que o cidadão seja maior de 18 anos, ou mãe chefe de família com menos de 18, que estejam desempregados ou exerçam atividades na condição de:

  • Trabalhador Informal;
  • Microempreendedor Individual (MEI);
  • Contribuinte individual da Previdência Social;
  • Ter tido rendimentos tributáveis de no máximo R$ 28.559,70 no ano de 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019);
  • Além disso, é necessário se encaixar no limite de renda mensal por pessoa da família, esse valor não pode passar de meio salário mínimo (R$ 522,50) ou a renda familiar total deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Celso Pupo / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais