Bolsonaro define novo aumento do salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045

- Publicidade -

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) acaba de anunciar nesta terça-feira (14) que reajustará o salário mínimo de 2020 dos R$ 1.039 que estavam previstos para R$ 1.045. O novo valor entra em vigor a partir de 1º de fevereiro. A definição será enviada ao Congresso por meio de uma nova Medida Provisória.

É provável que você também goste:

Serviços de bancos digitais oferecem benefícios para quem busca melhorar as finanças em 2020.

Juízes de 24 Estados recebem mais de um salário mínimo de vale-refeição.

Bolsonaro define novo aumento do salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045

“Nós tivemos uma inflação atípica em dezembro. Não esperávamos que fosse tão alta assim. Isso ocorreu, basicamente, pela alta no preço da carne. Temos que fazer com que o valor do salário mínimo fosse mantido. Via Medida Provisória, ele passa de R$ 1.039 para R$ 1.045”, disse.

Primeiramente, como o valor do salário mínimo para 2020 foi anunciado antes da inflação oficial referente a 2019 ter sido divulgada, o governo considerou a projeção para a inflação, que era de 3,86%. Portanto, o salário mínimo passou de R$ 998 para R$ 1.039. Contudo, na semana passada saiu o dado oficial de inflação, que ficou bem mais alta do que o previsto: 4,48%.

De acordo com cálculos da equipe econômica, esse aumento de R$ 6 no valor do salário-mínimo terá um impacto de R$ 2,13 bilhões nas contas públicas. Ou seja, para cada R$ 1 de aumento no piso salarial, o impacto para os cofres públicos é de R$ 355 milhões. Isso acontece porque os benefícios da Previdência não podem ser menores que o salário mínimo.

O ministro da Economia – Paulo Guedes, afirmou que o governo deve anunciar nos próximos dias uma arrecadação extra de R$ 8 bilhões, que deverá cobrir o aumento de despesas com a alta do salário mínimo. Todavia, ele não detalhou de onde virão esses recursos.

“Agora, naturalmente, dependendo das coisas que estamos estimando, se não acontecerem, pode haver um contingenciamento ali na frente. O importante é o compromisso do presidente com a manutenção do poder de compra do salário mínimo, que é uma cláusula constitucional”, afirmou Guedes.

Enfim, gostou da matéria sobre o novo aumento do salário mínimo?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Vergani Fotografia via shutterstock.com

Eduardo Mendeshttps://seucreditodigital.com.br/author/mendes/
Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Co-Fundador do site Seu Crédito Digital.
- Publicidade -

Mais Populares

Caixa faz nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira (05)

Nesta quarta-feira (05), a Caixa fará uma nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial. Dessa vez, estão incluídos os beneficiários nascidos em maio, que...

Projeto prevê uso de vale-transporte para pagar aplicativos durante pandemia

Trabalhadores em breve poderão ter mais uma opção de transporte durante a pandemia de Covid-19. Conforme Projeto de Lei (PL) da senadora Rose de...

Caixa Tem: CEF garante saque dos R$ 600 para quem teve conta bloqueada

Nesta segunda-feira (3), a Caixa Econômica Federal garantiu que aqueles que tiveram a conta do Caixa Tem bloqueada não vai precisar esperar o desbloqueio...

Mais de 1 milhão de pessoas começam a receber o auxílio emergencial essa semana

Hoje (03), o Ministério da Cidadania anunciou um novo calendário do auxílio emergencial. Ele vai começar a ser pago no dia 5 de agosto...
- Publicidade -