Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cadastro positivo – Prós e contras de sair do banco de dados do SPC, Serasa, Boa Vista e Quod!

Para solicitar um novo cartão de crédito, um empréstimo pessoal online ou mesmo, conseguir aprovação em um financiamento bancário, os órgãos de proteção ao crédito exigem que seu nome esteja limpo e seu score alto. Até hoje, isso era o suficiente para que uma aprovação ocorresse, no entanto, agora precisamos mais do que isso. Um assunto que vem gerando opiniões bastante controversas é o Cadastro Positivo no SPC e no Serasa.

É provável que você também goste:

Conta digital MoneyPag libera crédito sem juros mesmo com nome sujo no SPC e Serasa

Nubank esclarece diferença de juros e limites em simulações de empréstimo

5 dicas SECRETAS para aumentar o score e conseguir mais crédito

Criado já há alguns meses, a opção de se inscrever era da escolha de cada consumidor. No entanto, no final do ano passado, uma lei possibilitou uma maior flexibilidade a essa inscrição e empresas que quiserem cadastrar seus clientes terão o direito.

A pergunta que fica é: É mais vantagem optar pelo Cadastro positivo ou solicitar a retirada de seu nome do SPC, Serasa, Boa Vista e Quod?

Queremos analisar os prós e contras do Cadastro Positivo.

Afinal, o que é o Cadastro Positivo?

Alguns consumidores mais desatentos ainda não estão sabendo sobre o Cadastro positivo e suas novas regras, então vamos explicar rapidamente.

É preciso compreender que o Cadastro Positivo é muito mais do que um simples histórico de pagamento. A grande verdade é que ele estará analisando todas as suas transações financeiras, o seu comportamento de compras e claro, a sua pontualidade em cada pagamento.

Resumindo, seu comportamento financeiro ficará registrado.

Para as empresas de concessão de crédito, o Cadastro Positivo irá servir como mais uma ferramenta de garantia, afinal será possível fazer um cadastro de crédito muito mais aprofundado e com informações sempre atualizadas.

Fazer a análise de avaliação de risco torna-se muito mais simples e rápida.

Quais os prós de sair do Cadastro Positivo?

Como falamos anteriormente, esse é um assunto que vem sendo colocado bastante em pauta nos últimos meses, mas que ainda divide opiniões.

Analisando cuidadosamente, precisamos colocar na balança cada detalhe. Então, vemos como prós de sair do Cadastro Positivo:

1 – Manter o sigilo de suas transações

Esse é um dos pontos que mais tem causado incomodo nos consumidores. Isso porque, ao ativar o Cadastro Positivo, o sigilo bancário é completamente quebrado.

Afinal, as empresas poderão ter acesso as suas movimentações e transações. A preocupação é até onde esse tipo de informação não causaria um grande prejuízo na vida do consumidor se caísse em mãos erradas.

2 – Não há garantia de liberação de empréstimo pessoal

Se por um lado, o Cadastro Positivo garante uma gama de informações a respeito da vida financeira do consumidor, por outro lado, não facilita em nada a aprovação de um empréstimo pessoal online, por exemplo.

Fala-se muito das vantagens, como forma de incentivar a adesão, mas não é bem assim.

3 – Falta de transparência nos critérios utilizados

Desde quando foi divulgado, nenhuma informação sobre os critérios de avaliação e classificatórios do Cadastro Positivo foram divulgados.

Até hoje, não se sabe o peso de casa critério e muito menos, quais são eles.

4 – Maior tempo de armazenamento de inadimplências

Talvez esse seja um dos pontos que mais contam na hora de retirar seu nome do Cadastro Positivo.

Quando o nome do consumidor é negativado através do SPC ou SERASA, a informação fica cadastrada por um período de 5 anos. Já no Cadastro Positivo, essa informação ficará ali por 15 anos.

É preciso levar em conta cada item.

E quais os contras de sair do Cadastro Positivo?

Só que nem tudo é negativo. Retirar seu nome do Cadastro Positivo, carretará contras também.

São eles:

1 – Perda de transparência nas transações

O Cadastro Positivo foi criado para abrir para empresas a instituições financeiras o comportamento de crédito e de consumo de seus consumidores. Quando você cancela, você perderá essa transparência.

As empresas não poderão mais consultar seus empréstimos, seus financiamentos e todas os dados que poderiam acelerar a concessão de crédito.

2 – Redução de custos para conseguir crédito

Quando as empresas têm mais facilidade de obter informações e certezas sobre seu fluxo de pagamento, tudo pode ficar mais barato, inclusive as taxas de juros que são utilizadas para compensar possíveis calotes.

3 – Facilidades de pagamento

Acredita-se que com a obtenção de informações, bancos e empresas ficarão mais flexíveis na hora de apresentar as condições de pagamento aos seus clientes.

Com isso, será possível parcelar em um maior número de vezes, com uma parcela menor e com mais flexibilidade de taxas.

4 – Sigilo de dados bancários

Não estar com seu Cadastro Positivo ativo é saber que as empresas não terão acesso tão fácil ao seu comportamento de crédito, logo, o sigilo dessas informações será mantido.

E lógico, os critérios de avaliação de liberação de crédito será feito com base as metodologias de antigas, o que pode gerar uma recusa.

O que já se sabe sobre o Cadastro Positivo?

A grande verdade é que o Cadastro Positivo ainda é uma grande incógnita para empresas, bancos e para os consumidores, principalmente.

A lei de criação do Cadastro Positivo, Lei Complementar nº166 de 08/04/2019, não faz referência a nenhum benefício garantido e concreto ao consumidor.

O que, apesar de estar sendo cadastrado automaticamente os consumidores, também é direito do mesmo solicitar a exclusão.

Fica a critério de cada um.

Se você é ou não ativo no Cadastro Positivo e está precisando de um empréstimo online para quitar suas dívidas de começo de ano, saiba uma condição imperdível.

Clique aqui neste link, preencha seus dados e conheça maiores detalhes.

Enfim, gostou da matéria com dicas para aumentar seu score?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Queremos você sempre por aqui.

Até a próxima!

Imagem: TierneyMJ via shutterstock.com