Campanha da Caixa já renegociou dívida com desconto de até 90% de 125 mil negativados

Campanha da Caixa já renegociou dívida com desconto de até 90% de 125 mil negativados. A Caixa Econômica Federal lançou, em maio, uma campanha de renegociação com desconto de até 90%. Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, mais de 125 mil pessoas renegociaram dívidas.

É provável que você também goste:

Seu salário pode ser descontado por atraso ou falta por causa da greve?

Saque de até R$ 998,00 do PIS/Pasep na Caixa e Banco do Brasil é até o fim do mês.

Greve contra a reforma da Previdência afetará funcionamento dos bancos, como pagar contas?

Campanha da Caixa já renegociou dívida com desconto de até 90% de 125 mil negativados

Segundo Guimarães, as negociações ficaram em torno de R$ 150 milhões, mas a expectativa é receber R$ 1 bilhão, até o final da campanha, que dura 90 dias.

São cerca de 3 milhões de clientes que podem regularizar os débitos com atraso acima e 360 dias, durante a campanha da Caixa. É importante ressaltar, no entanto, que a renegociação só é válida para pagamento à vista.

Desconto de até 90%

Os descontos variam de 40% a 90%, dependendo do tipo de crédito contratado e o tempo de atraso, Contudo, Guimarães informou que, na média, o desconto está em 82,78%.

Segundo o presidente do banco, a média dos pagamentos até agora é de até R$ 1 mil, mas a grande maioria paga de R$ 500 a R$ 600.

Campanha de renegociação de crédito imobiliário

Além disso, a Caixa anunciou, na semana passada, a renegociação de crédito imobiliário. Segundo o banco, a renegociações pode beneficiar 600 mil famílias devedoras, com potencial de alcance de 2,8 milhões de pessoas. Por fim, Guimarães informou que já foram realizados pedidos de renegociação referentes a 25 mil imóveis.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Sobre o autor Ver Posts

Cássio Coelho

Comentários no Facebook