A Caixa Econômica Federal anunciou a redução dos juros para financiamentos imobiliários com recursos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo). A taxa mínima agora passou para 7,5%, mas a TR (atualmente zerada). Antes a taxa mínima era de 8,5% ao ano mais a TR.

É provável que você também goste:

Truque fundamental para ganhar milhas e cashback no cartão de crédito com a Méliuz

Projeto de lei permite pagamento de multa de trânsito com doação de sangue.

Após o desfazimento, é possível solicitar o saque do FGTS novamente?

Caixa reduz os juros do crédito imobiliário

Em contrapartida a taxa máxima será de 9,5% mais a TR. O banco público decidiu reduzir a taxa depois dos dos maiores bancos privados do país anunciarem a redução dos juros do financiamento imobiliário. As simulações podem ser feitas no site da instituição.

Antes, o Bradesco tinha respondido à redução de juros do crédito imobiliário anunciada pelo Itaú e baixou a sua taxa para a partir de 7,3% ao ano + TR. O Itaú cobrará a partir de 7,45% + TR.

Linhas de crédito

A Caixa reduziu os juros tanto nas linhas do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), como para imóveis de até R$ 1,5 milhão e que permite o uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), quanto no SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), para aqueles acima do valor e sem a possibilidade de uso do fundo.

“Sempre [acompanhamos o mercado]. A competição é importante. Levamos em conta as duas linhas. IPCA e TR. Acreditamos que o impacto da mudança do IPCA foi muito mais relevante. A linha é substancialmente mais barata. Nossa grande aposta é a linha do IPCA”, afirmou Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.