Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cartão da Caixa Elo é lançado s/ consulta ao SPC/Serasa e sem anuidade

3

Até este momento, a Caixa ainda não oferecia este produto. Contudo, a partir do mês de abril, a Caixa Econômica Federal vai inovar na oferta de crédito consignado. Em parceria com a Elo, a estatal vai passar a oferecer um cartão exclusivo para crédito consignado. Entre vantagens do novo produto, como trata-se de um cartão de crédito consignado, é liberado sem consulta ao SPC e Serasa. Ademais, ele também terá uma taxa de juros mais baixa do que as praticadas no mercado do segmento. Além disso, a contratação passará a ser feita online, sem a necessidade dos clientes se deslocarem até uma agência para a contratação. Saiba maiores detalhes deste cartão da Caixa aqui neste artigo.

É provável que você também goste:

3 truques para conseguir aprovação no cartão de crédito Nubank.

Como conseguir o cartão Credicard Zero sem anuidade pela Serasa eCred

Seja membro

Blackcard: cartão de crédito Black Mastercard s/ consulta ao SPC/Serasa?

Cartão da Caixa Elo é lançado s/ consulta ao SPC/Serasa e sem anuidade

“Como a Caixa é agente de pagamento das políticas sociais do governo, as agências são muito cheias. Por isso, o cartão é importante, porque além de ter uma taxa de juros competitiva, se posicionando entre as menores do mercado, permite que a população mais carente não precise ir até a agência. É isso que queremos promover – uma bancarização sem a necessidade das pessoas irem às agencias”. Foi o que comentou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em entrevista à Folha de Pernambuco.

Entretanto, não foi revelada a taxa de juros do novo produto. Contudo, o presidente garantiu que o cartão da Caixa ficará abaixo da faixa de 1% a 2,5% praticada pelo mercado. Considerando-se que a Caixa Econômica Federal é um banco social, o objetivo é possibilitar o acesso ao crédito à população mais carente a baixo custo.

O lançamento do cartão terá 4 fases distintas

Ainda conforme Guimarães, a implantação em definitivo do cartão de crédito deve acontecer em quatro momentos distintos:

  1. Em uma primeira fase, o cartão da Caixa consignado deve ser disponibilizado apenas para aposentados e pensionistas do INSS.
  2. Em um segundo momento, vai contemplar funcionários da Caixa Econômica Federal.
  3. Posteriormente, o cartão de crédito da Caixa vai ser disponibilizado para servidores públicos.
  4. Por fim, ele também deve ser ofertado para os empregados de empresas privadas.

O cartão de crédito da Caixa consignado deve ser emitido na bandeira Elo. Serão liberadas transações nacionais e internacionais, tanto em lojas físicas quanto virtuais. Outra vantagem do novo produto é a que ele vai oferecer a opção de saque do limite disponível e isenção de anuidade.

Caixa Econômica Federal vivencia uma transformação

A Caixa Econômica Federal vivencia uma grande transformação neste momento, e alinhada ao modelo de gestão do atual presidente da estatal. Portanto, deverá lançar outros produtos, e inclusive atualmente está perdendo potencial receita por não oferecê-los, como o caso das máquinas de cartão.

“Dentro dessa linha, desenhamos em dois meses o lançamento do cartão consignado, o que demonstra que a Caixa pode ser rápida para atender as necessidades vigentes”, comenta o presidente, que adianta que o próximo passo do banco é ofertar máquinas de cartão. “A Caixa hoje não oferece vários produtos que deveria oferecer, a exemplo das maquininhas de cartão. A Caixa é o único banco que não tem e perde, por isso, R$1 bilhão de receita por ano por não ter”

Entre outros assuntos regionais que foram destacados na Folha de Pernambuco, outro objetivo da estatal é a redução de custos. Para isso, Guimarães ressaltou a necessidade de abertura de capital da empresa, objetivando fortalecer operações que tenham uma maior eficiência. Nesse sentido, a ideia é de investir forte na carteira do banco de microcrédito. Ao mesmo tempo, reduzir investimentos não eficientes, como empréstimos para grandes empresas que podem tomar financiamento em bancos privados ou até mesmo fora do Brasil.

Enfim, gostou do artigo?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.