Devido a queda na locação de imóveis, nos últimos tempos, as imobiliária resolveram facilitar a locação, dando descontos no aluguel e diminuindo a burocracia na hora de alugar um imóvel, como substituir o fiador com o cartão de crédito.

Cartão de crédito alternativa para substituir o fiador

O cartão de crédito então surge como uma nova alternativa para substituir o fiador. “Nós temos algumas opções para garantia locatícia, que é o calção, fiança e a nova modalidade que é a do cartão de crédito, que é uma modalidade que te movimentado bastante o mercado, porque quase todo mundo tem um cartão de crédito e facilidade desse tipo de pagamento”, explica o corretor Elder Bolsonário ao G1.

Leia mais:

Serviços que o novo banco digital C6Bank vai oferecer aos clientes.

Inatividade pode encerrar contas digitais do Banco Inter e de outras Fintechs?

4 formas de pagar qualquer boleto pelo cartão de crédito.

Assim, se o inquilino atrasar o aluguel, o cartão paga e cobra com juros. Essa, portanto, é uma ótima alternativa para quem tem dificuldades em conseguir assinar o contrato por não ter um fiador. Até porque o depósito-fiança e o depósito-caução por vezes são inviáveis para algumas pessoas.

No Brasil, 6,5 milhões de pessoas vivem de aluguel e o depósito-caução chega a custar até 3 meses de aluguel. Já o seguro, pode custar até 1,5 o valor do aluguel.

Há, obviamente, um receio por parte das imobiliárias em relação a inadimplência dos inquilinos. E, por isso, elas acabam impondo uma série de pré-requisitos no momento de alugar um imóvel. Elas normalmente exigem comprovação de renda elevada, titularidade de outro imóvel, entre outros. Mas, felizmente, o cartão de crédito está tornando o processo mais rápido e fácil, sem tanta burocracia e facilitando o processo.

Considerações Finais

Esta é uma excelente alternativa para quem não possui um fiador para garantir os pagamentos. Até porque o limite do cartão de crédito estará “garantindo” o pagamento do aluguel, o que facilita certamente as negociações das imobiliárias.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fonte: G1.