Autor - Luiz Felipe Kessler

Banco rendimento dobra capital e vai lançar conta digital

Banco rendimento

Na semana passada, o Banco Central aprovou a alteração de capital do Banco Rendimento. Com isso, a instituição financeira passou de R$ 107,3 milhões para R$ 230 milhões. Além disso, de acordo com o diretor-superintendente do Grupo Rendimento, Abramo Douek, do volume total do aumento de capital, R$ 45 milhões vieram de aporte dos sócios, sendo que o restante veio por incorporação de lucros retidos.

É provável que você goste:

Um hacker apagou todos os nomes sujos do SPC e Serasa?

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda.

Banco Rendimento dobra capital e vai lançar conta digital

O Banco Rendimento, segundo Douek, está apostando no bom momento da economia, com juros baixos, inadimplência em queda e liquidez global ainda abundante. “Vamos manter o foco em câmbio, que é o nosso DNA, mas também vamos crescer a carteira de crédito. Vamos lançar novos produtos em 2019, como antecipação de recebíveis, conta digital, entre outros. Estamos investindo bastante em tecnologia”.

O Rendimento, no mês passado, vendeu uma subsidiária, o Banco Brasileiro de Negócio (BBN), para o grupo de controle da PagSeguro. Contudo, o valor da operação, na época, não foi revelado e o Rendimento não se posicionou sobre a questão. Além disso, Doeuk prefere não dar detalhes sobre a transação. Ele se resume a dizer que a negociação já estava em andamento há algum tempo e que o BBN tinha uma estrutura que estava “adormecida”.

O lucro líquido do Grupo Rendimento, no primeiro semestre de 2018, foi de R$ 31,016 milhões, com alta de 14,4% na comparação com o mesmo período de 2017.

O Banco Rendimento foi criado em 1992 com o propósito de ser o braço financeiro da fabricante de aparelhos eletrônicos CCE, que deixou o negócio em 2001. Foi então que o acionista majoritário, César Ades, chamou para a sociedade os irmãos Abramo e Edwin Douek.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda

comprovação de renda

Pode parecer estranho, mas você sabia que é possível ter um cartão se crédito sem comprovação de renda? Além de não exigir comprovação de renda, ele também pode não ter cobrança de anuidade. Portanto, conheça 3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda.

Leia também:

Banco rendimento dobra capital e vai lançar conta digital.

Aproximadamente 62 mlhões de brasileiros estão inadimplentes, diz SPC.

Cartão de crédito combustível para pessoa física: as 3 melhores opções.

Por que as instituições financeiras pedem comprovante de renda?

A comprovação de renda é exigida pelas instituições financeiras porque é um dos elementos de análise de crédito, o que significa que os bancos a viabilidade do cliente ter condições de arcar com o crédito.

Mas se o comprovante de renda é tão importante, será que é possível mesmo ter um cartão de crédito sem a exigência?

Apesar de ser muito importante, o comprovante de renda em alguns casos pode ser desnecessário. Isso porque há instituições financeiras, principalmente as fintechs, que possuem as suas próprias análises de crédito avançadas que acabam tornando desnecessária a exigência do comprovante de renda.

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda

Nubank

O Nubank dispensa apresentações, pois é uma das maiores fintechs do Brasil, possuindo mais de 5 milhões de clientes. O cartão é sem anuidade e não exige comprovação de renda.

Santander Play

O Santander Play é um cartão universitário sem anuidade e que não exige comprovação de renda. Além disso, ele tem aumento de limite programado a cada três meses. Mas para conseguir isso, basta gastar metade do limite por 3 meses seguidos, com pagamento total e sem atraso da fatura.

Ourocard Fácil

O cartão Ourocard Fácil é sem anuidade, não exige comprovação de renda e nem precisa ser correntista do Banco do Brasil para ter.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Jeitto dá crédito de R$ 30 a R$ 500 e sem juros

Jeitto

A Jeitto oferece crédito de R$ 30 a R$ 500 para moradores das periferias brasileiras. Esses moradores, no entanto, são os que ganham até 3 mil reais por mês.

Além disso, a fintech não cobra juros, mas sim uma tarifa de 3 a 8 reais por empréstimo. O crédito, no entanto, não é liberado em dinheiro, mas sim em forma de boleto bancário, para fazer a recarga de celular e pagar contas como água e luz, além de serviços como Uber. Contudo, se o usuário não pagar o boleto em 40 dias e se não pagar em dia, o nome é negativado.

Leia também:

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda.

Conheça os cartões sem anuidade da Credicard que concorrem com o Nubank.

Banco rendimento dobra capital e vai lançar conta digital.

“Não queremos superendividar o consumidor. Ele consome, paga, consome, paga. A ideia é ajudar no seu fluxo de caixa, sem dar um empréstimo maior do que ele precisa”, diz Fernando Silva, um dos sócios da Jeitto.

Jeitto se inspirou na África

A fintech se inspirou em empresas da África que bancarizaram pessoas de baixa renda através do celular, como a M-Pesa, do Quênia. Os africanos, assim como acontece no Brasil, precisam de pouco dinheiro emprestado e só encontram opções de empréstimos de altos valores no bancos e financeiras, a juros caros, ou não possuem o crédito aprovado devido ao risco de inadimplência.

O problema para esses consumidores, além da dificuldade do acesso às instituições financeiras tradicionais, é a falta de conveniência. “As pessoas passam horas em transporte público, odeiam ficar em filas e não têm agências perto da sua casa para pagar uma conta. Precisamos ajudá-las a fazer seu controle financeiro”, diz Silva.

O foco da fintech é dar crédito, mas quem não consegue aprovação do empréstimo pode usar a carteira digital pré-paga. O cliente pode carregar a carteira com dinheiro e fazer transferências, pagar boletos e realizar compras sem conta em banco, por um real por transação. Contudo, a Jeitto poderá conhecer o cliente, sendo talvez uma possibilidade em dar crédito no futuro.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Fonte: Exame.

Conheça os cartões sem anuidade da Credicard que concorrem com o Nubank

Cartões sem anuidade da Credicard

A Credicard é uma empresa que fornece soluções de pagamento e pertence ao Banco Itaú Unibanco. A empresa atua como administradora de cartões de crédito, sendo criada em 1978 pela empresa The First National Bank (subsidiária brasileira do Citibank). A Credicard, portanto, é uma das grandes administradoras de cartões do país e possui algumas opções de cartões de crédito. Conheça os cartões sem anuidade da Credicard que concorrem com o Nubank.

Leia também:

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda.

Banco rendimento dobra capital e vai lançar conta digital.

Credicard Zero passando o Nubank? Cartão sem anuidade do Itaú chega a 8 milhões de propostas.

Cartões sem anuidade da Credicard

Credicard Zero

O Credicard Zero tem uma proposta parecida com o Nubank. Isso porque é sem anuidade, o cliente solicita o cartão pela internet e pode resolver qualquer problema diretamente pelo app. Além disso, ele já foi criado para competir com o “Roxinho” e parece que conseguiu se colocar no mercado financeiro digital, pois recentemente alcançou a marca de 8 milhões de solicitações.

Credicard Black

Este também é um cartão de crédito com relacionamento 100% digital, via app e site, proporcionando acúmulo de milhas e a possibilidade de isenção de anuidade. Contudo, para não ter a cobrança da anuidade, que custa R$ 780, o cliente precisa gastar, em média, R$ 6 mil por mês. Além disso, as três primeiras faturas do Credicard Black são sem anuidade.

Considerações Finais

Portanto, na verdade, o Credicard Zero é o cartão da Credicard que compete de fato com o Nubank. Entretanto, os dois podem ser com anuidade zero. O Credicard Zero é sempre sem anuidade e o Credicard Black é destinado a consumidores de alta renda, mas dependendo dos gastos também podem ter anuidade grátis.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Santander lança uma ferramenta para você consultar CPF e se está com o nome sujo no Serasa

consultar CPF

Santander lança ferramenta para cliente consultar CPF e se está com o nome sujo no Serasa. A plataforma é grátis e única no mercado. Ela tem o objetivo em educacar e orientar financeiramente os seus clientes pessoa física.

É provável que você também goste:

Superdica pra obter um cartão de crédito sem consulta ao SPC e Serasa

Santander lança uma ferramenta para você consultar CPF e se está com o nome sujo no Serasa

A plataforma é chamada de Santander On, que faz uma radiografia dos compromissos com o banco, além de eventuais pendências no CPF junto a Receita Federal, Serasa, e Banco Central. A ferramenta se destaca por ter uma interface amigável e linguagem simples. Ela está disponível para todos os clientes na barra de funcionalidades do próprio aplicativo Santander.

“Queremos que o cliente seja protagonista da sua vida financeira, isso só é possível se oferecermos transparência total em sua relação de crédito com o Banco. O Santander On é uma prestação de serviço para que nossos clientes ‘estejam ligados’ em nos seus compromissos financeiros. Utilizamos uma interface amigável para que a navegação pelo aplicativo seja uma jornada de aprendizado”, afirma a superintendente executiva da Plataforma de Ativos do Santander Brasil, Luciana de Aguiar Barros.

Ela ainda acrescenta que, caso o cliente possua alguma restrição em seu CPF, a plataforma indicará o melhor caminho para a resolução rápida da questão. Dependendo da situação, o banco poderá até mesmo oferecer uma linha de crédito para permitir a quitação da dívida pendente. “Nosso papel é dar apoio e orientação, e, se for preciso, teremos a melhor solução para cada momento.”

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Itaú lança campanha de renegociação de dívidas para prevenir nome sujo

Itaú lança campanha de renegociação de dívidas

Itaú lança campanha de renegociação de dívidas para prevenir nome sujo. O Itaú Unibanco lançou uma campanha para que os seus correntistas pessoas físicas e jurídicas e usuários do cartão Itaúcard, renegociem suas dívidas acima de 300 reais e com atraso maior do que 30 dias.

É provável que você também goste:

Santander lança ferramenta para cliente consultar CPF e se está com o nome sujo no Serasa.

Confira a superdica para conseguir ser aprovado no Nubank

Como fazer um empréstimo no Banco PAN sem consulta ao SPC e Serasa.

Itaú lança campanha de renegociação de dívidas para prevenir nome sujo

O Cliente interessado em renegociar as dívidas pode pedir revisão nas agências ou pelo site ou app da instituição financeira

O Itaú dará descontos nos pagamentos à vista e facilitará parcelamentos, com juros de 1,99% ao mês. Já os clientes que passam por problemas como desemprego, surpresas netivas nos gastos e doenças graves serão avaliados de forma diferente, segundo o banco. Nessas situações o banco poderá pedir documentos como carteira de trabalho, rescisão contratual, comprovante de renda e laudo médico.

Itaú quer prevenir o aumento da inadimplência

O banco pretende, com isso, prevenir o aumento da inadimplência do consumidores. Até porque, segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), hoje há 62 milhões de brasileiros com o nome sujo.

Contudo, a inadimplência vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. O cenário só mudará quando os consumidores perceberem que a economia está sendo retomada, com a criação de novos empregos e o aumento da renda.

Por fim, é muito importante que quem consiga sair da dívida, cuide para não voltar a ficar na inadimplência.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Confira: empréstimos da Caixa e Bradesco sem consulta ao SPC e Serasa

empréstimos da Caixa e Bradesco

Embora possa parecer estranho, tanto a Caixa como o Bradesco possuem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa. Infelizmente, existem situações em que os consumidores ficam endividados e por vezes não conseguem honrar com os seus compromissos financeiros. Por isso, precisam recorrer a empréstimos para sair da situação emergencial e se aliviar nas finanças. Conheça os empréstimos da Caixa e Bradesco sem consulta ao SPC e Serasa

É provável que você também goste:

Itaú lança campanha de renegociação de dívidas para prevenir nome sujo.

Como fazer um empréstimo no Banco Pan sem consulta ao SPC e Serasa!

Superdica para finalmente conseguir ser aprovado no Nubank!

Confira: empréstimos da Caixa e Bradesco sem consulta ao SPC e Serasa

Bradesco

Para solicitar um empréstimo no Bradesco, é necessário que você seja Servidor Público Federal (SIAPE), ou aposentado/pensionista do INSS, pois a modalidade é consignado. O pedido pode ser realizado através de um cadastro no site da bxblue.

O empréstimo no Bradesco, portanto, pode ser liberado para quem está negativado. O que significa que não há consulta ao SPC e Serasa. Por isso, você poderá se organizar financeiramente e as parcelas são pré-fixadas.

Caixa

A Caixa possui duas modalidades de empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa: uma delas é o penhor e o outro é o crédito consignado com garantia do FGTS.

Penhor

No penhor da Caixa, o consumidor coloca bens como garantia de pagamento. Podem ser colocados no penhor da Caixa os seguintes bens: joias (em ouro de pelo menos 12 quilates), relógios, metais nobres, pérolas, dentre outros bens.

O valor emprestado pode ser de até 85% do valor total do bem. Sendo que se o consumidor não conseguir pagar as parcelas, o bem irá a leilão e o dinheiro ficará com o banco.

Crédito consignado com garantia do FGTS

Se o seu nome estiver no SPC ou Serasa, esta é uma boa oportunidade para sair. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que é conhecido como FGTS, pode ser uma boa saída para realizar um empréstimo. Isso porque como o dinheiro está em seu nome numa conta da Caixa, ele poderá servir como garantia para os seus empréstimos. Ou seja, caso você não pague as parcelas, o banco recorrerá a este recurso para não ficar no prejuízo.

Dica para quem não se enquadra nas situações acima

Por fim, se você não se enquadra nas condições acima e está à procura de um empréstimo sem perder tempo, pode dar uma conferida na Fintech Bom Pra Crédito. Lá você preencherá um cadastro e o seu perfil será analisado e direcionado a vários parceiros, encontrando a opção ideal de empréstimo.

Considerações Finais

Portanto, você conheceu os empréstimos da Caixa e Bradesco sem consulta ao SPC e Serasa que podem lhe salvar no momento de aperto. O mais importante sempre é conseguir se organizar financeiramente para não precisar recorrer a empréstimos. Contudo, infelizmente, os contratempos podem acontecer, sendo extremamente necessário contorná-los.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Confira as vantagens do cartão Nubank Mastercard Platinum

Nubank Mastercard Platinum

O cartão Nubank Mastercard Platinum possui algumas diferenças em relação ao Gold. Até porque ele é focado em pessoas que viajam bastante. Esses consumidores, portanto, precisam desses benefícios porque eles têm acesso a serviços que possam precisar durante as suas viagens.

É provável que você também goste:

Vale a pena fazer crédito estudantil para entrar numa faculdade?

Itaucard 2.0 Platinum Mastercard não tem anuidade nem tarifas.

Cartão de crédito Méliuz Banco PAN é sem anuidade e com cashback.

Como foi mencionado anteriormente, o cartão Nubank Platinum é destinado para aquelas pessoas que costumam viajar bastante, sendo que, obviamente, é um cartão internacional.

Vantagens do Nubank Mastercard Platinum:

  • Agência de Viagens: Serviços de Consultor de Viagens, benefícios como upgrades de categoria, check-in antecipado e café da manhã para dois;
  • Airport Concierge: Mimos em alguns aeroporto como acompanhamento personalizado nas etapas de segurança e no processo de imigração;
  • Masterseguro de automóveis: Seguro para o carro que o cliente alugar com o cartão em sua viagem;
  • Mastercard Global Service: Serviço de atendimento especializado em situações de emergência. 24 horas por dia, 7 dias por semana;
  • Priceless Cities: Experiências exclusivas em alguns dos principais destinos turísticos do mundo;
  • Seguro de emergência médica em viagens: Seguro de viagem completo para tratar de emergências médicas.

Obs: Para mais informações a respeito do cartão Platinum, acesse o site da Mastercard.

Você não possui o cartão Nubank?

Se você ainda não possui o cartão do Nubank, clique aqui e peça o seu.

Considerações Finais

Portanto, deu para perceber se este cartão vale a pena para o seu perfil como consumidor, não é mesmo? Caso você costume viajar bastante, este cartão pode ser o ideal, pois ele lhe trará alguns benefícios em que você poderá usufruir em sua viagem. Caso contrário o Nubank Mastercard Platinum torna-se desnecessário.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim, acompanhe todas as notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

‘Conta um’: conta digital e cartão VISA sem consulta ao SPC e Serasa

Conta um

O público-alvo do “Conta Um” são aqueles consumidores que podem ter alguma dificuldade em controlar as finanças ou não sabem utilizar com consciência o crédito oferecido pelo banco. Além disso, os consumidores que são “desbancarizados” – que possuem dinheiro, mas não possuem conta corrente por sua própria opção, por dificuldade de acesso a uma agência ou ainda porque já tiveram problemas com instituições financeiras.

Leia também:

Vantagens do cartão Nubank Mastercard Platinum.

Conheça os empréstimos da Caixa e Bradesco sem consulta ao SPC e Serasa.

3 bancos que fazem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa.

‘Conta um’: conta digital e cartão VISA sem consulta ao SPC e Serasa

O Conta Um é uma espécie de Nubank pré-pago e que está ganhando cada vez mais clientes. Ele está disponível para Android e para iOS. Depois de baixá-lo, basta informar o CPF, nome completo, número de telefone e e-mail e, por fim, criar uma senha.

Depois de criar a conta, o usuário pode solicitar o seu cartão pré-pago VISA e, quando chegar, é só carregá-lo. A conta oferece alguns serviços, como transferências de valores (TED e DOC para qualquer banco e para outros usuários do Conta Um), pagamento de contas e recarga de celular.

Sendo assim, o aplicativo permite que o usuário faça todas as transações de um banco, mas sem precisar de um banco. Por isso, a ideia é que todas as pessoas tenham acesso a serviços bancários sem burocracia. Até por isso, o processo para abertura da conta é bem simples e rápido. Além disso, é possível abrir a conta mesmo com o nome negativado ou sem comprovação de renda e de residência.

Taxa

Contudo, diferentemente do Nubank, o Conta Um cobra uma taxa de R$ 5,00 por mês dos consumidores ativos, sendo que o valor é descontado caso haja movimentação da conta. Caso não tenha, a taxa não será cobrada e não acumula. Além disso, é cobrado o valor de R$ 4,90 por operação de transferência (DOC e TED).

Vantagens Conta Um

• COMPRE em todos os estabelecimentos VISA, na Internet e em aplicativos;
• PAGUE suas contas e saia das filas;
• TRANSFIRA seu dinheiro sem sair de casa para bancos e para contas da Conta Um;
• SAQUE seu dinheiro nos caixas do Banco24Horas;
• DEPOSITE em sua conta através de boleto e depósito identificado;
• RECARREGUE seu celular pré-pago, fácil e rápido;

Considerações Finais

Portanto, se você está com o nome negativado mas deseja ter uma conta digital em que possa utilizar de alguns serviços dos bancos, o Conta Um pode ser interessante para você. Além disso, é uma maneira de tentar se organizar financeiramente ao depositar o dinheiro na conta.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Caixa Econômica Federal está sendo investigada por cobrança abusiva no cartão de crédito

cobrança abusiva no cartão de crédito

Caixa está sendo investigada por cobrança abusiva no cartão de crédito. A ação teria sido motivada por uma série de queixas de consumidores entre 2014 e 2015. Eles alegam problemas na fatura do cartão de crédito e, por isso, várias denúncias foram feitas por consumidores. Eles relatam cobranças indevidas e abusivas na fatura do cartão de crédito. Com isso, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública instaurou um processo administrativo contra a instituição pública.

É provável que você também goste:

‘Conta um’ dá acesso a conta digital e cartão VISA sem consulta ao SPC e Serasa.

Nubank lançará empréstimo pessoal com taxas mais baixas do mercado.

Cartão de crédito Méliuz Banco PAN: sem anuidade e com cashback.

Caixa Econômica Federal está sendo investigada por cobrança abusiva no cartão de crédito

As queixas que foram registradas no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), segundo a Senacon, apontam para indícios de que os consumidores foram cobrados por valores que não teriam gasto no cartão de crédito.

Na última quinta-feira (7), começou a apuração e a abertura do processo foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União (DOU). Sendo assim, a Caixa será intimada a apresentar defesa e, em seguida, será aberto o prazo para as alegações finais.

Se os indícios de prática abusiva se confirmarem, a Caixa poderá ser multada em até R$ 9,7 milhões.

Em nota, a Caixa disse que não recebeu a notificação da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e, por isso, não tem ainda conhecimento do teor do processo para se manifestar oficialmente sobre o caso. “O banco reforça que segue criteriosamente a legislação vigente e preza pelos melhores padrões de qualidade e atendimento a seus clientes.”

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.