Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

O que fazer se a compra no cartão não foi autorizada, mas a cobrança veio depois?

Veja de quem é a responsabilidade pelo ressarcimento nesse tipo de situação

0

Quando você usa um cartão de crédito, um dos problemas a que está sujeito é o de compra não autorizada. E isso acontece por diversos motivos, sendo o mais comum deles a falta de limite. Entretanto, em alguns casos, mesmo com o aviso de compra não autorizada, a cobrança chega na sua fatura. De acordo com o Procon, a cobrança errada é a segunda maior queixa dos consumidores que compram pela internet, apenas atrás da demora ou da falta de entrega do produto. Então, o que fazer nesses casos? Para saber mais, confira a seguir.

O que fazer se receber a cobrança de uma compra não autorizada no cartão?

Desse modo, o que fazer caso você seja cobrado, mas a compra não tenha sido autorizada? Bem, nessa situação, as empresas são obrigadas a avisar quando a compra é aprovada ou não. E se a cobrança ocorreu mesmo assim, o melhor a fazer é tirar uma captura de tela (print) de todas as confirmações ou negativas, além de autorizar as mensagens no celular sobre as compras com o cartão.

Assim, se a empresa vendedora avisa que não autorizou a compra, e depois cobra, a responsabilidade é dela. Contudo, se foi a administradora do cartão confirmou que não autorizou a compra, a responsabilidade passa a ser dessa empresa. Desse modo, se a administradora confirmar que foi ela que negou a compra, nesse momento a responsabilidade passa a ser dela, mas você precisa ter esse comprovante.

Seja membro

Portanto, em casos de cobrança errada, o conselho é fazer a reclamação preferencialmente por chat ou e-mail, para conseguir dar print nas respostas. Se as queixas dentro da empresa não estiverem funcionando, acesse o site consumidor.gov.br antes de buscar a Justiça. Se as empresas insistirem em não devolver o dinheiro, aí sim vale entrar com uma ação judicial para resolver a questão. De qualquer forma, você tem direito a receber o valor cobrado de volta, ou ter ele cancelado em sua fatura.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: NTM _ Studio / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.