Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Entenda o Crédito Nubank e descubra por qual motivo o limite do cartão é baixo e o empréstimo é alto!

Empresa explicou que motivo tem a ver com proteção ao cliente e lucros da empresa

0

Ao ser questionado sobre o limite do cartão ser baixo em comparação ao empréstimo, o Nubank explicou como funcionam os serviços.

A fintech é popular entre usuários por oferecer facilidades nos serviços de cartão de crédito sem taxa de anuidade e empréstimo pessoal estendido para parcelamento.

O banco foi interrogado sobre a distribuição de valores dos seus serviços, pois existem situações em que os clientes possuem cerca de R$ 40 mil em empréstimos, com uma faixa de R$ 600 em limite no crédito. Outras vezes, o limite de crédito chega a ser baixo, com liberação de apenas R$ 50.

É provável que você também goste:

Nubank acaba de lançar nova modalidade de empréstimo mais barata. Veja como funciona

XP lança marketplace e conceito de ‘investback’, compras com dinheiro de volta para investir

Justificativa do Nubank

O banco explicou que a taxa de juros do cartão de crédito aumenta conforme os atrasos no pagamento da fatura.

No caso dos empréstimos, é mais fácil para o consumidor lidar com o pagamento, já que o tempo de quitação das parcelas é maior e os juros são reduzidos. Assim, o cliente evita maiores chances de acumular dívidas.

Por isso, o objetivo do banco é evitar que o usuário fique endividado pelo crédito, pois os atrasos acarretam em mais despesas ao cliente. O empréstimo possui riscos financeiros menores.

Lucros obtidos pelo banco

O Nubank informou ainda que, quando o cliente gasta no crédito e paga a fatura em dia, o lucro obtido pela empresa não é tão alto. Diferente do empréstimo pessoal que dispõe taxas de juros a cada parcela, o que promove mais lucros à empresa.

O banco possui cerca de 23 milhões de clientes cadastrados e mais da metade faz uso do cartão de crédito.

A empresa ainda comunicou que sempre procura diferentes formas de auxiliar o cliente a ter poder sobre seu próprio dinheiro. Cada produto possui funcionalidades específicas dependendo do objetivo do usuário, por isso, o poder de escolha precisa ser do próprio cliente.

Além disso, a empresa necessita estudar o limite possível para liberar sem que ela seja afetada por prejuízos. Desta forma, o controle de limite é feito de acordo com os gastos do cartão do usuário.

Gostou da nossa matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais através do FacebookTwitter e Instagram. Assim você fica por dentro de tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo das fintechs.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom/shutterstock.com

Comentários
Carregando...