Trump vai liberar entrada de brasileiros nos Estados Unidos, mas Joe Biden deve barrar novamente

0

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu retirar as proibições de entrada no país para a maioria dos cidadãos americanos. A medida havia sido adotada em março de 2020 para conter a disseminação da Covid-19. Assim, o anúncio seria relativo sobre a suspensão dessas restrições ao Brasil, à Irlanda, ao Reino Unido e aos países da Europa integrantes do Espaço Schengen — grupo de nações europeias com livre circulação de pessoas. A flexibilização deve começar a valer em 26 de janeiro, seis dias depois da posse de Biden.

Entretanto, apesar da decisão de Trump, talvez ainda não seja o momento para querer viajar aos Estados Unidos. Isso porque, pouco depois da medida vir à público, a porta-voz do presidente eleito Joe Biden, Jen Psaki, afirmou que o novo governo não pretende colocar a medida em prática.

É provável que você também goste:

Você já ouviu falar do Seguro Viagem para COVID-19?

Empréstimo do Bolsa Família: Veja como conseguir R$ 15 mil AGORA

Banco Inter: como ter MUITO limite no cartão de crédito mesmo com score baixo

Após Trump liberar entrada de brasileiros, governo Biden se pronuncia

Além disso, momentos depois de a Casa Branca publicar a ordem flexibilizando as restrições, a porta-voz do futuro governo Biden, Jen Psaki, disse que a nova gestão não levará adiante a reabertura. “Com a pandemia piorando, e mais variantes contagiosas emergindo ao redor do mundo, não é hora de cancelar restrições às viagens internacionais”, escreveu.

Além disso, no próximo dia 26 de janeiro, Biden já será o presidente dos Estados Unidos, e não mais Donald Trump. Assim, a decisão já estará nas mãos do novo presidente eleito, e pode ser que a liberação não ocorra. Sendo assim, se você está pensando em viajar para os EUA, fique atento às novidades sobre o caso.

Trump considera suspender restrições desde novembro de 2020

Por fim, ainda em novembro, a Reuters relatou pela primeira vez que o governo já considerava suspender as restrições impostas no início do ano passado em resposta à pandemia de Covid-19. Na época, ele teria recebido o apoio de membros da força-tarefa contra o coronavírus e funcionários de saúde pública.

Importante dizer que as restrições supostamente terminam no mesmo dia em que os novos requisitos de teste para Covid-19 entrassem em vigor para todos os visitantes internacionais. Porém, a Casa Branca ainda não comentou a medida, e é possível que Biden ainda determine que as viagens sigam suspensas.

Enfim, o que achou da notícia?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Evan El-Amin / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...