Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Eike Batista faz nova aposta para recuperar sua fortuna

Eike Batista aposta em novo setor para recuperar sua fortuna. Descubra seus planos ambiciosos e os desafios à frente!

Após um período de desafios significativos, Eike Batista, um nome conhecido no cenário empresarial brasileiro, ressurge com um foco em inovações ambientalmente sustentáveis. Durante o recente Energy Summit realizado no Rio de Janeiro, Batista apresentou um projeto que promete não só revolucionar sua carreira, mas também o mercado de energia renovável no Brasil.

O empresário destacou a cana-de-açúcar geneticamente modificada como peça central de sua estratégia para reentrar nas grandes ligas do setor energético. Este cultivo especial promete dobrar a eficiência na produção de etanol, colocando o Brasil numa posição ainda mais estratégica no cenário global de biocombustíveis.

Qual é o potencial da cana transgênica segundo Eike Batista?

Eike Batista em um carro
Imagem: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na apresentação, Eike explora o potencial vasto da cana-de-açúcar transgênica. Segundo o desenvolvimento conjuntural de Sizuo Matsuoka, um agrônomo renomado, essa nova forma de cana pode alavancar a produção brasileira para até 100 bilhões de litros de etanol. Isso representaria um aumento, comparado com os 5,5 milhões de hectares atualmente destinados à cana convencional.

Eike Batista apontou que a nova cana pode atingir uma produtividade de 354 toneladas por hectare, o que praticamente dobra o rendimento obtido com as culturas tradicionais. Além disso, sua aplicação não se limita apenas à produção de etanol. O empresário também destacou o uso potencial em outras indústrias, como a de combustível de aviação sustentável e até na fabricação de papel.

Ademais, a exploração dessa variante de cana não competiria com culturas alimentares, como acontece com alguns biocombustíveis derivados do milho, ressaltando a sustentabilidade e viabilidade da proposta para a economia agrícola brasileira. “Utilizar essa cana para produção de combustíveis e outros bioprodutos é maximizar a eficiência do que nossa terra já nos oferece”, disse Batista.

Comentários do empresário sobre a iniciativa

O empresário não poupou elogios ao falar do potencial sustentável do projeto. Segundo ele, “Queimar bagaço, a qual é uma fibra nobre, é como dar caviar para crocodilos”, referindo-se ao aproveitamento ineficaz dos recursos na produção de energia atual. Assim, o uso da cana transgênica, além de mais eficiente, pode auxiliar na luta contra a mudança climática através da redução do carbono emitido.

Veja também:

Reforma Tributária: vendedores de produtos de beleza terão isenção de imposto

Com visão de longo prazo, Eike Batista parece pronto para iniciar uma nova etapa de sua carreira, desta vez com um forte compromisso com o desenvolvimento sustentável. Seus esforços em reintegrar-se ao mercado via uma abordagem eco-friendly podem não apenas revitalizar sua trajetória empresarial, mas também contribuir significativamente para o futuro do setor energético brasileiro e mundial.

Imagem: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil