Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Esposa do líder do assalto ao Banco Central pede R$ 2 milhões à Netflix em processo

Rosângela Oliveira, esposa de Antônio Jussivan Alves dos Santos, está processando a Netflix por uso não autorizado da sua imagem. Entenda.

Uma mulher entrou em uma disputa judicial contra a Netflix, buscando reparação por danos morais e materiais. Esse embate tem como origem a exibição de sua imagem na série documental “3 Tonelada$: Assalto ao Banco Central”.

Rosângela Oliveira Pontes, casada com Antônio Jussivan Alves dos Santos, conhecido como “Alemão”, responsável pelo assalto ao Banco Central, não consentiu com a exibição de sua imagem, o que levou à ação judicial que ainda se desenrola. Saiba mais!

Qual o motivo do pedido de indenização de Rosângela Oliveira?

Imagem: Reprodução/Netflix

Durante o segundo episódio da série, intitulado “A Caçada”, são exibidas cenas que retratam os investigadores chegando ao local de residência do casal. Rosângela aparece visivelmente abalada e chorando ao testemunhar a prisão de seu marido. A divulgação dessas imagens sem consentimento é a base do pedido de indenização por danos morais e materiais.

Contudo, no último veredito da 31ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza, em 24 de maio de 2024, a ação foi julgada improcedente.

No entanto, a defesa de Rosângela já anunciou que irá recorrer dessa decisão. Além de solicitar uma indenização de R$ 2 milhões, a defesa propõe a suspensão da série, com uma multa diária de R$ 50 mil caso a ordem não seja acatada.

Qual foi o impacto na vida pessoal dela após a exibição na Netflix?

Segundo o processo, após a exibição internacional da série da Netflix, Rosângela enfrentou inúmeras situações desconfortáveis e constrangedoras.

Sua rotina foi drasticamente alterada, tornando-a reconhecida em público e gerando medo de repercussões devido à sua involuntária fama.

O grande assalto ao Banco Central retratado pela Netflix

Em agosto de 2005, ocorreu um assalto ao Banco Central liderado por “Alemão”. Estima-se que R$ 164 milhões em dinheiro e joias foram furtados.

As autoridades capturaram Rosângela e Jussivan em 2008, após anos de investigação. Embora tenham absolvido Rosângela em 2011 do crime de falsa identidade, ainda revisam outros aspectos legais.

Veja também:

Mais um benefício AUTORIZADO para titulares do Bolsa Família!

A história do furto ao Banco Central capturou a imaginação do público brasileiro e de espectadores internacionais, inspirando a criação da série da Netflix. E apesar das controvérsias, continua sendo um dos casos criminais mais falados e estudados do Brasil.

Imagem: Daniel Avram / shutterstock.com