Expansão do Auxílio Emergencial é APROVADA por unanimidade no Senado

0

O Plenário aprovou nesta quarta-feira (22) o substitutivo da Câmara dos Deputados ao projeto de expansão do Auxílio Emergencial. Conforme o PL 873/2020, o Auxílio Emergencial seria ampliado a mais categorias de trabalhadores informais prejudicados pela pandemia de coronavírus. Além disso, o projeto prevê diversas outras alterações que farão o Auxílio Emergencial chegar a mais pessoas. Confira mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

Antecipação da segunda parcela do Auxílio Emergencial é CANCELADA pelo governo

Indique e Ganhe: últimos dias para ganhar R$ 60 no PagBank

Auxílio Emergencial: pagou boleto pelo Caixa Tem e não compensou? E agora, o que fazer?

Vídeo complementar ao conteúdo

Expansão do Auxílio Emergencial é aprovada no Senado

O texto do projeto que prevê expansão do Auxílio Emergencial recebeu voto favorável de 80 senadores. Em outras palavras, o projeto foi aprovado por unanimidade; afinal o presidente da sessão não vota. Sendo assim, agora o PL 873/2020 depende apenas da aprovação do presidente Jair Bolsonaro para entrar em vigor.

O relator do projeto, senador Esperidião Amin (PP-SC), aceitou vários pontos do substitutivo, mas também recuperou dispositivos da versão original do Senado que haviam sido rejeitadas pela Câmara. O projeto se refere à Lei 13.892, promulgada no início de abril, que instituiu pagamento mensal de R$ 600 para trabalhadores informais e desempregados durante o período da pandemia.

A versão do Senado havia sido aprovada no início de abril, como complemento à criação do Auxílio Emergencial. Essa versão continha as emendas dos senadores ao projeto original. Entretanto, após as intervenções da Câmara, o texto final contém uma lista maior de categorias profissionais às quais será concedido o benefício. Além disso, apresenta várias alterações que possibilitam a expansão do Auxílio Emergencial para mais pessoas. Confira as mudanças:

  • primeiramente, o projeto garante a possibilidade de recebimento sem o CPF regularizado;
  • autoriza que dois membros de uma mesma família recebam o auxílio;
  • proíbe a retenção do valor pelos bancos para o pagamento de dívidas;
  • por fim, retoma a expansão da base do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Trabalhadores informais com direito ao benefício

Confira abaixo a lista atualizada com todos os tipos de trabalhadores informais com direito ao Auxílio Emergencial, conforme o PL 873/20.

  • pescadores artesanais e aquicultores;
  • agricultores familiares e técnicos agrícolas;
  • catadores de materiais recicláveis;
  • taxistas, mototaxistas, motoristas de aplicativos e de transporte escolar, além de entregadores de aplicativos;
  • caminhoneiros;
  • diaristas;
  • agentes e guias de turismo;
  • trabalhadores da arte e da cultura, incluindo autores, artistas e técnicos de espetáculos;
  • mineiros e garimpeiros;
  • ministros de culto, missionários e teólogos;
  • profissionais autônomos de educação física, além de atletas, paralelas e preparadores físicos;
  • fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos;
  • árbitros, auxiliares de arbitragem e outros trabalhadores envolvidos em competições esportivas;
  • barraqueiros de praia, ambulantes, feirantes, camelôs e baianas de acarajé;
  • garçons;
  • marisqueiros e catadores de caranguejos;
  • esteticistas, manicures e pedicures;
  • sócios de empresas inativas;
  • vendedores porta-a-porta;
  • agricultores familiares;
  • pessoas que atuam na economia solidária;
  • por fim, pescadores artesanais que não recebam o seguro-defeso.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Fonte: Agência Senado

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais