Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

FGTS: confira recomendações da Caixa para evitar golpes no saque extraordinário

0

O saque extraordinário de até R$ 1 mil do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) está sendo liberado desde 20 de abril e tem previsão de encerramento no dia 15 de junho. No total, aproximadamente, R$ 30 milhões estão sendo liberados a 42 milhões de trabalhadores. Sendo assim, a Caixa listou algumas dicas para que os clientes se protejam de fraudes e golpes.

É provável que você também goste:

8 grupos de trabalhadores já podem sacar R$ 1000 do FGTS

Governo planeja reduzir FGTS dos trabalhadores

Empresária escapa de golpe do falso Pix no Nubank e viraliza

Recomendações da Caixa

A Caixa Econômica Federal fez uma série de recomendações com o intuito de proteger o beneficiário de possíveis golpes, veja a seguir:

  • Utilize apenas os canais oficiais do banco para consultar informações e acessar serviços, nunca compartilhar dados pessoais, usuário de login e senha;
  • Senhas e cartões são pessoais e intransferíveis. Portanto, senhas bancárias nunca devem estar disponíveis em aparelhos celulares ou computadores;
  • A Caixa nunca envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoas, nem envia links e solicita confirmação de dispositivo ou acesso à conta por SMS, e-mail ou WhatsApp;
  • Mesmo dentro de uma das agências, os clientes não devem aceitar ajuda de estranhos. Se necessitarem de atendimento, devem sempre procurar um funcionário da Caixa, que estará devidamente identificado.

O banco ressalta que há diversas formas de atendimento ao trabalhador, sendo elas por meio do site, aplicativo FGTS (disponível para Android e iOS) e telefones 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-104-0104 (demais regiões), além das agências da Caixa.

Caso haja movimentação não reconhecida pelo cliente, para contestar é preciso ir a qualquer agência da Caixa, munido do CPF e de um documento com foto.

“A CAIXA esclarece que todas as informações de suspeitas de fraudes são consideradas sigilosas e repassadas exclusivamente à Polícia Federal e aos beneficiários, para análise e investigação. Para aprimorar a segurança de seus sistemas e mitigar a ação de fraudadores, o banco emprega mecanismos múltiplos de proteção e monitoramento, tais como validação de dados, autenticação por senha, validação de documentos e segundo fator de autenticação”, afirmou, em nota, a assessoria de imprensa da estatal.

Maiores orientações podem ser acessadas através do site: http://www.caixa.gov.br/ segurança.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, InstagramTwitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar