Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Ficou com nome sujo? Saiba se a sua aposentadoria será prejudicada

Descubra como o nome sujo pode ou não influenciar na sua aposentadoria e saiba o que fazer para regularizar sua situação financeira!

Aos que ponderam o futuro e esperam pelo direito à aposentadoria, é comum surgirem várias dúvidas, especialmente em situações financeiras complicadas. Uma das preocupações mais comuns é se ter o nome sujo, ou seja, estar negativado nos órgãos de proteção ao crédito, pode influenciar na obtenção deste benefício essencial.

Neste contexto, é fundamental esclarecer como a negativação do nome influencia, ou não, a concessão de benefícios pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Continue a leitura!

Afinal, ter o nome sujo afeta a aposentadoria?

Papel com a palavra "aposentadoria" colocado em cima de uma carteira de trabalho, uma calculadora e uma nota de cem reais.
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Antes de mais nada, é importante entender o que significa estar com o nome sujo. Utiliza-se essa expressão quando uma pessoa está com pendências financeiras registradas em órgãos como SPC e Serasa.

No entanto, ter dívidas não afeta diretamente o processo de aposentadoria. Os critérios utilizados pelo INSS para a aprovação do benefício não incluem a situação do nome nos órgãos de crédito.

Como a aposentadoria por idade funciona com débitos pendentes?

A aposentadoria por idade é um dos formatos de retirada que independe do nome limpo. De acordo com o INSS, para usufruir dessa modalidade é necessária a comprovação de 15 anos de contribuição, além de ter atingido 65 anos de idade para homens e 62 para mulheres.

Sendo assim, não se menciona a necessidade de estar com o nome livre de dívidas para acessar esse direito.

Em que situações o benefício pode ser negado?

Embora estar negativado não seja um fator para negação direta da aposentadoria, há outras situações que podem impedir a concessão do benefício. Entre estas, insuficiência de contribuições ao INSS e envio de documentação incompleta ou com erros são as principais causas de rejeição do pedido de aposentadoria.

Porém, essas circunstâncias evidenciam a importância de manter os dados sempre atualizados e completos durante o processo requisição.

Dicas para limpar o nome

Para aqueles interessados em limpar seu nome e resolver pendências financeiras, existem diversas estratégias que podem ser adotadas. Elas vão desde negociar diretamente com credores até procurar por serviços especializados em resolução de dívidas.

Veja também:

Polêmica em São Paulo: Projeto de Lei propõe proibir uso da palavra ‘carne’ em alimentos vegetais

Por fim, aproveite as plataformas digitais que oferecem consultas simplificadas ao CPF, como a Serasa, e regularize sua situação para encarar um futuro livre de estresses relacionados a dívidas.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com