Financiamento para MEI do SEBRAE e Sicredi libera até R$ 10 mil

0

Se você é um Microempreendedor individual e precisa de uma grana para investir no seu negócio, saiba que o financiamento para MEI do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) libera até R$ 10 mil com juros bem mais baixos do que os praticados pelo mercado. A modalidade de financiamento empresarial pode ser contratada pelos empreendedores do estado do Pará, através do programa Acelera MEI.

É provável que você também goste:

Precisa de um empréstimo com nome sujo? Conheça o Help!, do BMG.

Você pode ter direito a receber R$ 10 mil de volta do INSS e nem sabe.

Projeto de Lei de Alexandre Frota quer aumentar a remuneração de motoristas de aplicativo.

MEI declara Imposto de Renda? É obrigatório mesmo sendo isento?

Financiamento para MEI com juros baixos do SEBRAE e Sicredi

O MEI pode contratar um financiamento entre os valores de R$ 2 e R$ 10 mil com juros baixos para a finalidade de investimento e capital de giro de microempresas. É possível parcelar o financiamento empresarial em até 36 vezes, com a surpreendente taxa de juros de apenas 0,39% ao mês.

Entretanto, o tempo de carência e o valor das parcelas são relativos, dependendo da capacidade de crédito do microempreendedor individual. Atualmente, o programa está disponível para os MEI das cidades de Belém, Ananindeua e Marituba, no Pará. Além do capital, os microempreendedores beneficiados terão oficinas educacionais de 12 horas, abrangendo os temas de planejamento, finanças e mercado.

O Programa Acelera MEI do SEBRAE funciona em parceria com o Sicredi da Região Norte. Para quem não sabe, a instituição financeira Sicredi, como a sigla diz, é um Sistema de Crédito Cooperativo, que opera com 114 cooperativas de crédito.

Como se inscrever no Programa Acelera MEI?

Antes de mais nada, saiba que para conseguir o financiamento do SEBRAE e Sicredi é necessário comparecer às 12 horas de oficinas de capacitação para os microempreendedores. Nestas oficinas, conforme dito anteriormente, você vai aprender mais sobre planejamento, finanças e mercado. Também será dadas instruções de como abrir um CNPJ, caso você ainda não tenha feito isso.

Após concluir esta fase, o MEI receberá um modelo para detalhar a aplicação da quantia que deseja receber por meio do crédito. Tudo isso obviamente, com o suporte de um analista SEBRAE/PA. Logo após, você receberá uma declaração, com um plano de aplicação para seu negócio.

Com os certificados e a declaração de conclusão das capacitações em mãos, o MEI poderá solicitar o financiamento junto ao Sicredi. Para isso, o MEI precisará detalhar onde pretende investir o dinheiro.

Lembrando que, como é um financiamento, é necessário que o microempreendedor esteja com o CPF limpo, sem nenhuma restrição no SPC e Serasa. Além disso, é necessário se tornar um associado do Sicredi, com um custo de R$ 500 divididos. Esse valor pode ser parcelado em até 20 vezes.

Para se inscrever no financiamento do Programa Acelera MEI, acesse o site m.sebrae.com.br. Em caso de dúvidas, ligue para a Central de Atendimento do Sebrae no telefone 0800 570 0800.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem por iko / Shutterstock 

Confira nossa última Live no canal do SCD

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais