Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Ford: BNDES vai questionar fechamento das fábricas no Brasil

0

Em meio a uma pandemia e uma crise econômica, o Brasil recebeu uma notícia preocupante: depois de mais de 100 anos produzindo no Brasil, a Ford anunciou nesta segunda-feira (11) que vai encerrar sua produção de veículos no país. Com a decisão, as fábricas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE) serão fechadas. Ao todo, hoje, a Ford possui 6.171 funcionários no Brasil, e fechou 2020 como a quinta montadora que mais vendeu carros, abrangendo 7,14% do mercado nacional.

Com isso, ainda na segunda-feira (11) o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) afirmou que pedirá explicações à Ford sobre o fim da produção no Brasil. Isso porque a decisão causa impacto direto a 5,3 mil empregos nas plantas de Camaçari, na Bahia; Taubaté, em São Paulo; e na fábrica da Troller, em Horizonte. Além disso, o banco informou que há duas operações ativas com a empresa com valor de R$ 335 milhões, que se referem ao desenvolvimento de novos veículos e de projetos sociais.

É provável que você também goste:

Saída da Ford vai causar perda de mais de 118 mil postos de trabalho

Rappi lança o RappiBank e libera empréstimo digital de até R$ 500 mil

Santander, Bradesco e Caixa liberam empréstimo sem consulta ao SPC/Serasa

O que a Ford diz sobre o fechamento das fábricas no Brasil

Dessa forma, em nota, o BNDES afirmou que “soube pela mídia do fechamento das fábricas, e procurou a empresa para pedir esclarecimentos”. O Banco também disse aguardar informações oficiais para avaliar os impactos da eventual decisão nos projetos financiados. De acordo com um levantamento realizado pelo jornal O Globo, desde o ano de 2020 as 20 maiores operações do BNDES com a Ford somaram cerca de R$ 3,5 bilhões.

De acordo com a Ford, o fechamento das fábricas no Brasil é mais um passo de seu processo de reestruturação global. Em comunicado sobre os fechamentos, a empresa disse que a decisão foi tomada “à medida em que a pandemia de Covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Desvalorização do real também impactou na decisão

Entretanto, a Ford enviou mais informações detalhadas em carta para os concessionários. Nela, a montadora afirmou que “desde a crise econômica em 2013, a Ford América do Sul acumulou perdas significativas”. Sendo assim, a matriz, nos Estados Unidos, tem auxiliado nas necessidades de caixa, situação que vem se tornado insustentável.

Por fim, a montadora citou ainda a recente desvalorização das moedas na região, que “aumentou os custos industriais além de níveis recuperáveis”.

Quer ficar por dentro de tudo o que rola no setor financeiro?

Então, é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitter, Instagram e Twitch. Além disso, é importante lembrar que fazemos lives em todas as plataformas, todos os dias, às 20h00h. É só colar lá!

Imagem: Joa Souza / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...