Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Golpe da mão-fantasma faz idoso perder R$ 85 mil, quadrilha é presa

Quadrilha desmantelada: Operação policial revela golpes através de falsa central de atendimento em São Paulo. Saiba como se proteger e agir em caso de ser vítima.

Na última quarta-feira (8), uma operação conjunta liderada pela Polícia Civil de Santa Catarina resultou na prisão de uma quadrilha acusada de operar o golpe de uma falsa central de atendimento em São Paulo.

O grupo é suspeito de enganar pessoas, principalmente idosos e indivíduos com pouco conhecimento em tecnologia, induzindo-as a conceder acesso remoto a seus dispositivos e, posteriormente, esvaziar suas contas bancárias.

Detenções e investigação do “golpe da mão-fantasma”

Imagem de um homem encapuzado orquestrando um golpe, falando no celular atrás de uma tela de computador.
Imagem: Grustock / Shutterstock.com

As detenções da Operação Central do Crime ocorreram após três meses de investigação intensa. Onze mandados de busca e apreensão foram emitidos, todos no estado de São Paulo, abrangendo cidades como Santos, Guarujá e Ribeirão Preto, com apoio da Polícia Civil local.

No total, 15 suspeitos estão sob investigação, incluindo golpistas e “conteiros”, indivíduos que facilitam a distribuição dos fundos roubados.

Modus operandi e prejuízos

De acordo com Leonardo Silva, da delegacia de defraudações do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de Santa Catarina, os criminosos se faziam passar por funcionários bancários, utilizando informações pessoais verdadeiras, muitas vezes obtidas de páginas ilegais da web que reúnem dados vazados.

Os golpistas então contatavam as vítimas, informando sobre atividades suspeitas em suas contas bancárias e induzindo-as a baixar programas que permitiam acesso remoto aos dispositivos. Um idoso de 85 anos foi uma das vítimas, sofrendo um prejuízo de R$ 85 mil. Estima-se que as perdas totais ultrapassem a marca de R$ 1 milhão.

Ameaça nacional e medidas de proteção

Embora a investigação tenha se iniciado em Santa Catarina, todos os detidos são residentes de São Paulo.

O alcance do crime, no entanto, é nacional, com vítimas não apenas em São Paulo, mas também em estados como Rio de Janeiro, Ceará, Bahia, Sergipe, Goiás e Rio Grande do Sul.

Proteção e recuperação para vítimas

Diante dessa ameaça crescente, especialistas recomendam medidas de proteção, como nunca instalar aplicativos ou seguir links enviados por supostos representantes bancários sem confirmação prévia, evitar clicar em links suspeitos, variar senhas entre diferentes aplicativos, e utilizar autenticação de dois fatores sempre que possível.

Para aqueles que caíram no golpe, especialistas recomendam desconectar imediatamente o dispositivo da internet, utilizar um antivírus baixado de fontes confiáveis para limpar o sistema e, se necessário, restaurar o dispositivo aos padrões de fábrica.

Veja também:

Arroz importado será subsidiado pelo governo para controlar preço após enchentes no RS

É essencial também registrar um Boletim de Ocorrência (BO) e, se necessário, buscar orientação legal para lidar com as consequências do golpe.

Imagem: Grustock / Shutterstock.com