Golpes que usam as contas digitais cada vez se intensificam mais. Desta vez, eis que surge um golpe do falso funcionário do Nubank, que prejudicou um cliente de 46 anos em Americana (SP). Ele recebeu uma ligação de um suposto funcionário da fintech, que pediu que ele enviasse uma foto com RG, pois estariam tentando acessar a sua conta de pagamento. Ao cair no golpe, criminosos fizeram um empréstimo e duas transferências na NuConta, causando prejuízo de aproximadamente R$ 12 mil à vítima.

É provável que você também goste:

Fique atento: saiba como é aplicado o golpe contra os aposentados do INSS pelo telefone

SPC Brasil libera monitoramento gratuito de CPF no Carnaval.

Será que é possível limpar o nome no SPC e Serasa sem pagar a dívida?

Como aconteceu o golpe do falso funcionário do Nubank?

No dia 21 de janeiro de 2020, o homem recebeu uma ligação através de celular de um suposto funcionário do Nubank. Nisso, ele alegou que precisaria de uma foto com RG para atualizar o cadastro, pois o sistema estava com erros e alguém tentou acessar sua conta. O cliente enviou a imagem sem desconfiar que se tratava de um golpe.

Na noite de terça-feira (18), o Nubank disse ao cliente que alguém fez um empréstimo de R$ 12 mil na NuConta. Posteriormente, esse dinheiro foi transferido para duas contas bancárias diferentes em duas TEDs, uma de R$ 6,3 mil e outra de R$ 5,5 mil. Entretanto, ele não autorizou nenhuma dessas transações.

O homem recorreu à CPJ (Central de Polícia Judiciária) para que o golpe seja devidamente investigado. O caso foi relatado pelo TodoDia e O Liberal, dois jornais locais de Americana, com base no boletim de ocorrência da Polícia Civil.

Nubank afirma que as devidas providências foram tomadas

Através de um comunicado, o Nubank afirmou que o caso foi tratado diretamente com o cliente e todas as devidas providências foram tomadas.

“O tipo de atividade relatada pelo cliente é crime e sempre iremos colaborar com as autoridades competentes para investigar e coibir ações como esta”, diz a empresa.

Paralelamente, a fintech também explica que “em nenhuma hipótese fazemos ligações para clientes solicitando o envio de fotos, e nunca pedimos para que os clientes nos mandem seus documentos ou outras informações sensíveis por e-mail”. O envio, quando solicitado, é feito somente por meio do aplicativo.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Tecnoblog
Imagem: rafapress via shutterstock