Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo avalia microcrédito para beneficiários do Bolsa Família

Estuda-se a criação de um programa exclusivo aos beneficiários

0

Com o fim do auxílio emergencial, o governo federal tem avaliado microcrédito para beneficiários do Bolsa Família. Estuda-se a criação de um programa, exclusivo aos beneficiários. Os valores de empréstimo liberados seriam entre R$ 500 até R$ 1.000. 

É provável que você também goste:

Valores de R$ 89 a R$ 372 do Bolsa Família serão liberados ainda esta semana

Será que o 13° salário do INSS será liberado em fevereiro?

Conta Digital da Caixa passa a receber Bolsa Família

Microcrédito para beneficiários do Bolsa Família

Além da proposta de microcrédito para beneficiários do Bolsa Família, o governo avalia outra medidas que possam auxiliar a camada mais pobre da população. Entre elas, estão o auxílio-creche de R$ 52 por mês, e prêmios de até R$ 1.000 para bons alunos. 

Ainda não há maiores informações sobre de onde o dinheiro do empréstimo surgiria – se seria dos recursos orçamentários da União ou da Caixa. Acredita-se que o orçamento inicial do programa não deve passar de R$ 2 bilhões.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirma que visa transformar o Caixa Tem em um banco digital, e oferecer ações. Entre os produtos que deseja ofertar aos correntistas, será o microcrédito, com empréstimos de até R$ 1.000.

Alerta para o uso consciente do microcrédito

Embora as discussões sobre o programa estejam avançadas, os técnicos da equipe econômica estão em estado de alerta. Inclusive, o ministro da cidadania Onyx Lorezoni, gestor do Bolsa Família. 

A preocupação atual, é que o microcrédito para beneficiários não seja utilizado com cuidado. Ou seja, é necessário que a pessoa tenha consciência, e faça uso do crédito com responsabilidade, para que não acabe se enrolando em uma bola de inadimplência. 

Conforme os dados do Banco Central, a taxa de calotes do microcrédito é baixa. Em outubro, chegou a 2,4%. Em contraponto, a taxa de inadimplência geral do crédito para pessoa física é de 3,1%. E a taxa para o crédito pessoal chegou a 5,7%.

Cursos gratuitos de capacitação e acesso ao microcrédito

O Ministério da Cidadania já disponibiliza aos inscritos no Cadastro Único, e aos beneficiários do Bolsa Família, a chance de fazer cursos gratuitos de capacitação. Além disso, libera aos mesmos, o acesso ao microcrédito, baseado no programa Progredir.

Porém, o nível de adesão aos cursos e ao microcrédito para beneficiários é baixo. Aos participantes não há incentivos para se capacitar. E para as instituições financeiras parceiras do programa, não há o recebimento de demandas dos participantes ou incentivos para disponibilizar os empréstimos.

“O desenho do Progredir enquanto política pública é muito interessante, mas ele ficou engavetado no Ministério da Cidadania como um patinho feio. Ele seria um programa mais efetivo se fosse revisitado com mudanças e o governo abraçasse essa iniciativa”, declarou um técnico da equipe econômica.

Gostou da matéria sobre o microcrédito para beneficiários do Bolsa Família?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais através do Facebook, Twitter e Instagram. Assim você fica por dentro de tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo das fintechs.

Foto/Reprodução: Jefferson Rudy / Agência Senado

Comentários
Carregando...