Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo lança programa que libera R$ 15 mil para dar entrada na casa própria; veja como funciona

Programa de subsídio habitacional libera R$ 15 mil para entrada na casa própria. Confira os detalhes e garanta já o seu benefício!

Com a crescente dificuldade das famílias de baixa renda em adquirir sua casa própria, o governo do Distrito Federal lançou um novo plano nesta segunda-feira. O programa Morar DF promete ser uma luz para aqueles que lutam para sair do aluguel. Esta iniciativa visa fornecer um subsídio substancial de R$ 15 mil para facilitar a compra de imóveis por famílias que ganham até cinco salários mínimos.

A dificuldade em reunir recursos suficientes para a entrada de uma casa sempre foi um obstáculo significativo, levando cerca de 70% dos potenciais compradores a desistirem da aquisição. Dessa maneira, com o Morar DF, o Distrito Federal cogita aliviar esse fardo financeiro, tornando o sonho da casa própria mais acessível para muitos.

Como funciona o Programa Morar DF?

Casas do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida iguais e enfileiradas
Imagem: Leonardo Dantas Teixeira/shutterstock.com

O programa Morar DF, coordenado pela Codhab, foi desenvolvido para atender famílias antes marginalizadas pelo mercado imobiliário devido às altas exigências financeiras. Um aspecto destacável é que o programa oferece um subsídio inicial sem cobranças adicionais posteriormente, garantindo previsibilidade financeira aos beneficiários.

Para participar, é necessário ter renda bruta mensal de até cinco salários mínimos, residir no Distrito Federal, não possuir imóvel em seu nome e não ter sido beneficiado por políticas habitacionais anteriores. Assim, o Morar DF representa uma importante iniciativa para famílias de baixa renda no Distrito Federal, removendo tradicionais barreiras de acesso à moradia.

Quais são as medidas contra fraudes no programa?

Para garantir que o auxílio alcance devidamente seu público alvo, a Codhab implementou medidas rigorosas para evitar fraudes. Uma delas é vincular o pagamento do subsídio diretamente à assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal, que administra o financiamento. Além disso, o programa assegura que cada família beneficiada receba o subsídio uma única vez, impedindo duplicidades.

Veja também:

Lei promete desconto de água para famílias de baixa renda: saiba como ter acesso à Tarifa Social

Outrossim, o programa já está posicionado para ser uma mudança positiva significativa na vida de muitas famílias. Com um orçamento de R$ 110 milhões para 2024, espera-se ajudar cerca de 7 mil famílias a conseguir um lar. Ademais, para os anos seguintes, os recursos serão ampliados, com previsão de alcançar até 10 mil famílias anualmente a partir de 2025.

Imagem: Leonardo Dantas Teixeira/ Shutterstock