Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Banco Central: greve dos servidores já prejudica avanço do Pix

0

Com a greve dos  servidores do Banco Central, que teve início no dia 1º de abril com suspensão entre os dias 20 de abril e 2 de maio, o calendário de atualizações do Pix foi derrubado. O cronograma previa o lançamento de serviços de transferência internacional e off-line, contudo, agora não há previsão para serem lançados.

É provável que você também goste:

Como cancelar um Pix e solicitar um reembolso?

Pix do currículo: influencer cria rede solidária que já ajudou a empregar mais de 200 pessoas

Banco Central retoma greve e se junta a servidores do INSS e do MIP em busca de reajuste salarial

Manutenção da greve

Na terça-feira, 10 de abril, os servidores do Banco Central decidiram em assembleia pela manutenção da greve. O reajuste salarial e a reestruturação de carreira são reivindicados através da paralisação, que é coordenada pelo Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal).

Reajuste salarial

Após o presidente Jair Bolsonaro prometer conceder aumento salarial aos policiais, as mobilizações ganharam força. E, com a pressão das categorias, o governo federal voltou atrás e anunciou um reajuste de 5% a todos os servidores ligados à União.

Entretanto, o anúncio do reajuste pelo governo não agradou, pois a categoria o considerou insuficiente. Os funcionários do Banco Central reivindicam recomposição salarial de 27%, além de reestruturação de carreira, incluindo a exigência de nível superior para concursos que preenchem cargos técnicos.

Pix ameaçado

Segundo o presidente do sindicato dos servidores do Banco Central (BC), Fábio Faiad, a greve da categoria deve continuar por tempo indeterminado.

Diante disso, pode haver a interrupção parcial do funcionamento do Pix, além da distribuição de moedas e cédulas para as instituições financeiras do país.

“O Pix e outras atividades do BC não se encontram dentro do escopo da lei dos serviços essenciais. Portanto, a greve poderá interromper parcialmente o Pix e a distribuição de moedas e cédulas. E poderá interromper, parcial ou totalmente, a divulgação do boletim Focus e de diversas taxas, o monitoramento e a manutenção do Sistema de Pagamentos Brasileiro e da mesa de operações, o atendimento ao público e outras atividades”, afirmou Faiad.

Em nota divulgada pelo Banco Central, a instituição afirmou que tem planos de contingência para evitar instabilidades no Pix, contudo não detalhou como será efetuado esse plano.

Serviço essencial

No dia 5 de abril, o deputado federal, Kim Kataguiri (União Brasil – SP) afirmou por meio de seu perfil no Twitter que protocolou na Câmara dos Deputados um projeto de lei (PL) que modifica a lei da greve para que o Pix seja incluído como serviço essencial, devido à ameaça do serviço ser interrompido parcialmente devido à greve dos servidores.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, InstagramTwitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar