Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Após condenação, hacker deve indenizar o Banco do Brasil em R$ 648 mil

Além de pagar a indenização, o hacker deve ficar recluso, em regime semiaberto, por cinco anos e meio. 

0

De acordo com a condenação da Justiça do Distrito Federal, um hacker deve indenizar o Banco do Brasil (BB) em R$ 648 mil. Em 2020, Nicolas Noel Vadez Bello furtou o mesmo valor da indenização, de duas contas do BB. Além de pagar a indenização, o hacker deve ficar recluso, em regime semiaberto, por cinco anos e seis meses. 

É provável que você goste também:

Bradesco é condenado a pagar indenização de R$ 2,6 milhões por cobranças indevidas

Google oferece recurso para descobrir se sua senha foi hackeada – Saiba como usar!

Quais são os problemas que mais geram indenização para clientes e condenam as empresas?

Hacker deve indenizar o Banco do Brasil em R$ 648 mil

De acordo com o advogado de Nicolas, Fábio Henrique Pinheiro Pereira, a condenação por ressarcimento é “fora os padrões”. Sendo assim, ele vai recorrer da decisão.

A reparação de danos ao Banco do Brasil foi solicitada na denúncia realizada pelo Ministério Público do Distrito Federal. Esse pedido ocorreu por conta de todo o transtorno que o banco teve, o que inclui arcar com o prejuízo e ressarcir as vítimas. 

De acordo com o juiz Aimar Neres de Matos, em “se tratando de uma instituição de capital misto, verifica-se que o prejuízo foi suportado tanto pela União, ou seja, prejuízo público, quanto pelos acionistas. De mais a mais, tais condutas acabam por encarecer o preço dos serviços bancários, causando prejuízo social relevante”.

O crime

Na ocasião, as vítimas ganharam por SMS um link que levava a uma página falsa do Banco do Brasil. A partir disso, os clientes receberam mensagens de WhatsApp em nome do banco. Com isso, acabaram passando um QR Code para o hacker, possibilitando a ele o acesso às contas bancárias. 

Em suma, ele habilitou um aplicativo em nome das duas vítimas, fez transferências para outras contas e pagou impostos. A prisão do hacker aconteceu em agosto de 2020, em Santa Catarina. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Assim, é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram Twitch. Contudo, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Dejan Dundjerski / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...