Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Prepare-se: pode surgir um novo imposto para quem trabalha em casa

0

Prepare-se: pode surgir um novo imposto para quem trabalha em casa no Brasil. Isso porque um manifesto assinado por analistas do Deutsche Bank propõe uma “taxa social” de 5% do faturamento diário de empregados que podem trabalhar de casa em benefício de quem não pôde ao longo da pandemia de covid-19.

Assim, o relatório de nome “O que precisamos fazer para reconstruir” apresenta ideias para discutir como recuperar economias e negócios em um momento pós-pandemia.

Leia também:

Governo Federal implementa teletrabalho permanente para servidores de 13 órgãos. Confira regras

Saiba tudo sobre o cartão de crédito Unicred Mastercard Black

Banco Safra faz empréstimo para MEI via WhatsApp?

Imposto para trabalhar de casa?

O imposto em questão serviria para ações de compensação de renda para quem recebe salários mais baixos em trabalhos que não permitem o isolamento social. No relatório, esse ponto é explicado da seguinte forma:

O imposto seria pago pelo empregador se ele não providenciar uma mesa de trabalho permanente para o trabalho presencial. Se o fizer, e o empregado escolher trabalhar de casa, então ele pagaria a taxa para cada dia de trabalho remoto.”

Quais seriam os resultados da medida?

Com isso, segundo os economistas do banco, a medida poderia levantar US$ 49 bilhões ao ano se fosse aplicado nos Estados Unidos. Além disso, com o valor seria possível financiar um incremento de US$ 1,5 mil a 29 milhões de trabalhadores que ganham menos que US$ 30 mil ao ano. Já em outros países, o cálculo avalia uma arrecadação de 20 bilhões de euros na Alemanha, e 7 bilhões de libras no Reino Unido.

Pessoas que podem trabalhar de casa e se desconectar da ‘sociedade cara-a-cara’ tiveram muitos benefícios durante a pandemia. Um imposto de 5% para cada dia trabalhado não faria a pessoa gastar mais do que se trabalhasse no escritório. (…) E isso poderia financiar trabalhadores de menor renda que precisam sair”, afirma o texto.

O Brasil também vai aplicar o imposto?

Até o momento, o texto está sendo discutido e avaliado em diferentes países. No entanto, ainda não há expectativas ou informações de colocar o imposto no Brasil. Além disso, o imposto proposto não entraria em vigor neste momento de restrições de circulação de pessoas.

Entre outros assuntos, o relatório também trata sobre questões de sustentabilidade nas empresas, de equidade de gênero, e até mesmo de digitalização monetária. Tudo sendo pensado e projetado para os próximos anos, especialmente em um momento mais crítico que seria o de pós-pandemia.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Just Life / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...