Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

INSS: afetados por greve devem reagendar os atendimentos

0

No dia 23 de março de 2022, teve início a greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o que impactou diretamente no atendimento de diversos segurados divididos em ao menos 21 estados e no Distrito Federal, pois as atividades presenciais nessas localidades estão paralisadas.

De acordo com a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), a paralisação teve a adesão de uma parcela da categoria nos seguintes estados:

  • Espírito Santo; 
  • Acre; 
  • Alagoas; 
  • Amapá; 
  • Tocantins; 
  • Ceará; 
  • Goiás;
  • Minas Gerais; 
  • Mato Grosso; 
  • Bahia; 
  • Mato Grosso do Sul; 
  • Distrito Federal.
  • Pará;
  • Pernambuco; 
  • Piauí; 
  • Rio Grande do Norte; 
  • Rio Grande do Sul; 
  • Rondônia; 
  • Santa Catarina; 
  • Paraná;
  • São Paulo; 
  • Sergipe.

É provável que você também goste:

Pagamento do 13º do INSS começa em abril; confira as datas

Afinal, beneficiários do INSS vão receber 14º salário?

Ministro está otimista por autorização de concurso do INSS

Reivindicações dos servidores do INSS

Os servidores do INSS têm reivindicado com a greve:

  • Reajuste salarial de 19,99% que corresponde a perdas inflacionárias dos últimos três anos (2019, 2020 e 2021);
  • Rápida abertura de negociação;
  • Recomposição da força de trabalho por meio de concurso público;
  • Melhores condições de trabalho.

Reagendamento dos atendimentos

A recomendação do Ministério do Trabalho e Previdência, para tentar diminuir os efeitos da paralisação, é que os contribuintes do INSS que tiverem seu atendimento desmarcado devido à greve dos servidores usem o aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS) para remarcar os serviços agendados.

Para fazer o reagendamento do atendimento, o usuário deverá acessar o aplicativo e caso seja a primeira vez que utiliza a ferramenta, terá que cadastrar uma senha de acesso. Depois, é só clicar no serviço que deseja remarcar.

O INSS, levando em conta que a paralisação pode gerar prejuízos financeiros aos segurados, irá considerar a data em que aconteceria o primeiro atendimento agendado que foi desmarcado devido a greve.

Troca de ministros

No dia 31 de março, o INSS passou por uma troca no comando do órgão, José Carlos Oliveira, até então presidente do instituto, assumiu o lugar de Onyx Lorenzoni no Ministério do Trabalho e Previdência, pois Lorenzoni pretende disputar as eleições.

Como o INSS está ligado ao Ministério do Trabalho e Previdência, Oliveira, que é servidor público de carreira no instituto há 37 anos, garantiu que dará continuidade aos projetos de Onyx e que fortalecerá o INSS.

“Aceitei assumir a pasta do Trabalho e Previdência porque posso dar continuidade ao trabalho iniciado pelo Onyx Lorenzoni – e várias coisas já foram entregues. E também [para] poder potencializar e reforçar a estrutura do INSS, para que possamos dar uma resposta célere à sociedade”, declarou o novo ministro, prometendo retomar, em breve, o atendimento presencial. “Tenho certeza de que cada servidor aqui sempre trabalhou sabendo que, em toda família, tem um cidadão que precisa ou recebe um benefício do INSS.”

Quem ficou no lugar de Oliveira no INSS, como presidente substituto, foi Guilherme Serrano, diretor de Tecnologia da Informação e Inovação do órgão.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: SERGIO V S RANGEL / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar