Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Juros do consignado do INSS vai diminuir para 1,66%; saiba mais

Descubra como a redução dos juros do crédito consignado do INSS pode ajudar a melhorar sua vida financeira. Acesse já para mais detalhes!

A vida dos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tende a melhorar com a recente decisão do CNPS (Conselho Nacional de Previdência Social) sobre o crédito consignado.

Nesta segunda-feira (27), foi aprovada uma redução na taxa de juros do consignado, que passará de 1,68% ao mês para 1,66%.

Essa mudança, que entra em vigor dentro de cinco dias úteis após a publicação oficial da portaria, representa um alívio para os bolsos daqueles que dependem dessa modalidade de empréstimo.

Entenda as novas taxas do crédito consignado

Um celular com a logo do INSS e um cofrinho em formato de porco sobre várias notas de 100 e 50 reais.
Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Além da queda nos juros do empréstimo pessoal, a taxa de juros para o cartão de crédito consignado e o cartão de benefício também será reduzida de 2,49% para 2,46%.

Essas diminuições são parte de uma série de cortes que vem sendo implementada nos últimos anos, seguindo a tendência de baixa da taxa Selic, que atualmente está no menor nível desde fevereiro de 2022.

O crédito consignado é uma opção atrativa por oferecer juros menores quando comparado a outros tipos de empréstimos e por ter desconto direto na folha de pagamento. Beneficiários do INSS podem comprometer até 45% de sua renda mensal com esse tipo de crédito, estendendo o prazo de pagamento em até 84 meses.

Como a decisão influencia a economia dos aposentados?

A decisão de reduzir os juros surge como uma boa notícia em tempos de cintos apertados. A medida ajuda a aliviar a carga financeira sobre os aposentados e pensionistas, possibilitando-lhes manejar melhor suas despesas mensais sem se endividar profundamente.

Além disso, a constante redução de juros acompanha a política de juros baixos estabelecida pela atual gestão governamental, que visa fomentar o consumo e a circulação de dinheiro no setor econômico.

A controvérsia por trás da medida

Apesar das vantagens aparentes, a nova resolução não foi recebida sem debates. Durante a votação, houve oposição por parte de representantes da CNC, CNA, Cobap e Febraban, que votaram contra a nova redução.

Um dos argumentos é que persistir nessa política de cortes pode tornar cada vez mais difícil a oferta de crédito aos aposentados e pensionistas, como previsivelmente aconteceu em março de 2023.

Segundo Tonia Galetti, representante do Sindnapi (Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos) no conselho, existe um verdadeiro embate sobre a viabilidade de manter juros tão baixos, indicando que, apesar das diminuições, os bancos poderiam começar a cortar a oferta de crédito, fato que ela ironiza afirmando que “banco nunca perde”.

Como consultar as novas taxas de juros do consignado do INSS?

  • Acesse o aplicativo ou site Meu INSS;
  • Na tela inicial, procure pela lupa e digite “Taxas de Empréstimo Consignado”;
  • Aparecerá uma lista dos bancos e os juros que cada um pratica atualmente;
  • Para explorar mais opções, role a página até o final e clique em “Ver mais”;
  • Utilize a busca no topo da página para consultar por instituição específica.

A nova decisão do CNPS sobre os juros de crédito consignado tem, portanto, o potencial de impactar positivamente a vida financeira dos beneficiários do INSS, apesar das preocupações levantadas.

Com informações e acesso facilitado, os aposentados e pensionistas podem aproveitar melhor essa oportunidade de reorganizar suas finanças.

Imagem: rafastockbr / shutterstock.com