Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Justiça libera R$ 2,4 bilhões em atrasados do INSS; saiba como consultar

Justiça Federal libera R$ 2,4 bilhões em atrasados do INSS e Sul terá força-tarefa para pagamento. Saiba mais!

Uma novidade importante para os aposentados e pensionistas que aguardam pagamentos de atrasados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): o Conselho da Justiça Federal (CJF) anunciou a liberação de R$ 2,4 bilhões destinados a quitar as Requisições de Pequeno Valor (RPVs). 

Assim, esse valor irá beneficiar cerca de 141,3 mil segurados em todo Brasil, envolvendo 108,3 mil processos judiciais resolvidos com ordem de pagamento emitida em abril.

Em síntese, a liberação dos recursos ocorre por meio do CJF e os pagamentos são de até 60 salários mínimos, o correspondente a R$ 84.720 este ano, abrangendo variadas categorias de ações, principalmente previdenciárias. Veja mais detalhes do pagamento!

Atrasados do INSS

Portanto, os pagamentos atrasados do INSS referem-se a valores devidos aos segurados que, por diversos motivos, não foram pagos na data correta. Assim, esses atrasos podem ocorrer devido a processos judiciais, revisões de benefícios ou outros entraves administrativos. 

Veja também:

Governo vai pagar R$ 70,7 bilhões em precatórios; saiba se vai receber uma parte

No Sul do país, particularmente, o foco está em acelerar o procedimento devido às recentes enchentes, e uma força-tarefa foi estabelecida para garantir que os pagamentos sejam efetuados até o fim do mês. Dessa forma, esta equipe será responsável por revisar processos, corrigir pendências e assegurar que os pagamentos sejam feitos de maneira rápida e precisa.

Alguns aposentados podem receber R$ 100 mil em breve: veja o que será preciso
Imagem: insta_photos / Shutterstock.com

Consulta ao pagamento

Enfim, os beneficiários dessas RPVs podem realizar consultas através dos sites dos Tribunais Regionais Federais (TRFs) responsáveis. Confira os links:

Imagem: insta_photos / Shutterstock.com