Os leilões oferecidos pelos bancos têm sido uma solução para liquidar as carteiras de imóveis, crescentes com a inadimplência. Além disso, são uma oportunidade para compradores finais e investidores adquirirem propriedades a taxas cada vez mais baixas. Enfim, pensando nisso, os bancos Santander e Itaú Unibanco promovem, por meio da Sold Leilões e da MaisAtivo, respectivamente, empresas do Grupo Superbid, a venda de 300 imóveis residências e comerciais por valores até 73% abaixo das avaliações iniciais de mercado.

É provável que você também goste:

Golpe do Telemarketing rouba seu WhatsApp para extorquir seus amigos

Cadastro Negativo: SPC e Serasa são obrigados a retirar negativação após 5 anos?

Primeiro Leilão do Banco Santander

Primeiramente, o Santander promove dois leilões com datas de encerramento diferentes. O primeiro certame acontece até o dia 20 de fevereiro, em 11 estados brasileiros. Entre os destaques, está uma casa no município de São Félix do Coribe, na Bahia (BA), com área total de 375 m² e lance inicial de R$ 40 mil, equivalente ao maior desconto deste leilão.

No Rio de Janeiro, um apartamento de 219 m² no bairro da Freguesia, por exemplo, pode ser arrematado a partir de R$ 1 milhão, valor 44% abaixo da avaliação. Já em Belém do Pará, uma casa com dois quartos no bairro Castanheira está disponível pelo valor de R$ 203 mil.

Em Minas Gerais, são sete oportunidades disponíveis. Na cidade de Belo Horizonte, dois apartamentos podem ser adquiridos com lances iniciais de R$144 mil e R$165 mil. Já em Sete Lagoas, um apartamento pode sair pelo valor inicial de R$111 mil. Agora, se a procura for por uma casa, há oportunidades em Pompéu (R$62 mil), Juatuba (R$ 68 mil), Contagem (R$154 mil) e Montes Claros (R$ 528 mil), com descontos de até 50% no valor de avaliação. Por fim, no estado de São Paulo, estão disponíveis mais de trinta imóveis com lances a partir de R$ 89 mil.

Segundo Leilão do Banco Santander

O segundo leilão, que termina no dia 28 de fevereiro, oferece imóveis comerciais. Localizados em Porangatu, no interior do estado de Goiás, no Rio de Janeiro, nas cidades de Magé, Niterói e na capital, além de uma unidade em Pilar do Sul, no estado de São Paulo. Os descontos nestes lotes podem chegar a 38% abaixo da avaliação de mercado, com valores variando entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões. Ademais, os imóveis podem ser comprados à vista ou parcelados em até 60 vezes.

Enfim, para acessar todos os imóveis disponíveis no site da Sold, os interessados devem acessar este link.

De acordo com Henri Zylberstajn, CEO da Sold, o volume de imóveis ofertados no leilão do Santander é um atrativo para quem deseja investir em algo próprio neste início do ano. Para ele, indicativos como a facilidade do sistema de crédito estimulam as famílias a realizarem o desejo da casa própria e mostram um mercado aquecido.

“Temos lotes distribuídos por todo o país, com possibilidade de financiamento de até 90% do valor do imóvel e pagamento em até 420 meses diretamente com o banco. Se a pessoa já possuir uma propriedade, ela pode optar pela permuta, em que o imóvel é utilizado como parte do pagamento do novo item adquirido”, ressalta.

Itaú Unibanco

Já o banco Itaú oferece, até o dia 18 de fevereiro, três unidades no estado de São Paulo: dois apartamentos na capital, ambos com área média equivalente a 50 m² e com valores iniciais entre R$ 227 mil e R$ 230 mil; e outro, do mesmo tamanho, em São Bernardo do Campo, com lance mínimo de R$ 174 mil.

Para o diretor de Real State do Grupo Superbid, Pedro Barreto, os leilões possibilitam a compra de um imóvel por um preço mais acessível.

“No leilão do Itaú, por exemplo, é possível encontrar imóveis com até 30% do desconto em cima do valor de avaliação de mercado e valores de condomínio e IPTU também quitados até a data do arremate. Outra vantagem é que todas as unidades estão disponíveis para posse imediata após o pagamento, que deve ser realizado à vista”, explica.

Serviço:

Leilão de Imóveis Santander
Data e horário: 20 de fevereiro, às 11h

Leilão do Itaú Unibanco
Data e horário: 18 de fevereiro, às 18h30

Sobre o Superbid Marketplace

O Superbid Marketplace é uma plataforma de alta segurança e transparência com múltiplas modalidades de transações online: extrajudicial, judicial, administrativa e rural. Em 20 anos de atuação, a plataforma se destaca nas categorias industrial, agrícola, automotiva, pecuária, imobiliária e de bens de consumo, contando com mais de 7 mil empresas vendedoras e mais de 1 milhão de compradores na América Latina.

Sobre a Sold

Fundada em 2008, a Sold Leilões é uma das empresas mais importantes no segmento de leilões no Brasil. Especializada em venda de imóveis, veículos de estoque excedente e em desativações corporativas, industriais e hoteleiras, a empresa possui mais de 3 milhões de usuários cadastrados em seu banco de dados, sendo 75% pessoas físicas e 25% pessoas jurídicas. Presente em 14 estados do Brasil, a Sold leiloou no ano passado mais de R$ 700 milhões em ativos. Para este ano, a previsão é alcançar R$ 1 bilhão. Além de imóveis e veículos, o portfólio da organização inclui também equipamentos industriais e agrícolas, máquinas, eletrônicos e bens de consumo em geral.

Sobre a MaisAtivo

A MaisAtivo, empresa de intermediação do Grupo Superbid, é especializada em projetos de gestão e monetização de bens de capital e de consumo duráveis dos setores industrial, judicial, imobiliário e rural. A venda dos ativos é realizada por meio do Superbid Marketplace, que consolidou sua presença global.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Billion Photos via shutterstock.com