Você é trabalhador autônomo e precisa alavancar os negócios, entrou no crédito rotativo ou precisa de uma grana extra para enfrentar essa crise financeira? O empréstimo pessoal para autônomo no carnê pode ser uma ótima saída para você. Enfim, através dessa modalidade de crédito, é possível seguir em frente e ainda encontrar taxas de juros mais justas. Portanto, entenda como funciona essa modalidade de crédito na Lendico.

É provável que você também goste:

Descubra aqui como investir na Bolsa de valores com menos de R$200

6 aplicativos para você ter o controle de suas finanças.

Senadora quer regulamentar o mercado de criptomoedas no Brasil

Banco Central apresenta a nova cédula de R$ 200 com o lobo-guará

Lendico: Como funciona o empréstimo pessoal para autônomo no carnê

O que é um carnê?

Primeiramente, um carnê é uma maneira de pagar em parcelas, um produto que o consumidor não teria condições de pagar à vista. O título é composto pelos dados pessoais do pagante, assim como o valor a ser pago e a data de vencimento do carnê. O formato do carnê é em formato de um bloco, sendo que é subdividido em várias parcelas. Se você já fez crediário alguma vez, sabe o que é isso.

Como funciona o empréstimo pessoal por carnê na Lendico?

O empréstimo pessoal online é uma modalidade que cresce cada vez mais e já permite a alternativa de pagamento por meio de boleto. Ou seja, ao optar por essa modalidade, será definida a data de vencimento de cada parcela, bem como o valor de cada uma delas. A partir daí, basta pagar cada parcela mês a mês.

Quais são as vantagens de pagamento por carnê

  • Juros mais baixos do que o rotativo do cartão de crédito e cheque especial;
  • Praticidade para pagar em qualquer banco, lotérica ou caixa eletrônico;
  • É possível adiantar as parcelas (pagar várias de uma vez só);
  • Em algumas instituições, não precisa comprovar renda;
  • Dinheiro para impulsionar o seu negócio.

Quais as desvantagens de pagamento por carnê?

  • Juros um pouco mais alto do que para aqueles que conseguem comprovar renda;
  • Mais tempo para diluir o valor do empréstimo.

É diferente de fazer um empréstimo por boleto?

Sim. No boleto a cobrança é realizada de uma única vez. Enquanto que no carnê, a cobrança pode ser feita em suaves prestações.

Juros do empréstimo para autônomo no carnê

Na maioria das vezes, os juros do empréstimo pessoal são mais baixos do que o de outras modalidades de crédito. De acordo com a Lendico, as taxas de juros são a partir de 2.84%. Além disso, você pode solicitar de R$ 2.500 a R$ 50 mil, dividido em boletos de 12, 18, 24, 30 ou 36 meses, conforme a sua análise de crédito.

Quais são os prazos para o dinheiro cair na conta?

Ao realizar um empréstimo pessoal para autônomo, você pode ter o valor solicitado e aprovado na sua conta no mesmo dia. Seu contrato deve ser assinado até às 13h em dias úteis. Caso contrário, o dinheiro cai na conta no próximo dia útil, após a assinatura do contrato).

Autônomo também pode fazer empréstimo no carnê?

Enfim, um autônomo pode solicitar um empréstimo para autônomo. A vantagem do empréstimo pessoal online é que, diferente do empréstimo consignado, o pedinte não precisa deixar nenhum bem como garantia de que vai pagar o crédito

Portanto, essa modalidade é uma das melhores alternativas para quem precisa pagar alguma dívida mais cara, investir nos negócios ou usar o dinheiro para investir em conhecimento sobre o seu próprio negócio.

Enfim, gostou da nossa matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Lendico

Imagem: Eugenio Marongiu via shutterstock

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos