Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Linha de crédito do Mercado Pago de R$ 600 milhões ajudará pequenos negócios

0

Uma linha de crédito de R$ 600 milhões do Mercado Pago foi criada para ajudar pequenos negócios no Brasil. O objetivo dessa linha de crédito é, sobretudo, minimizar os danos econômicos causados pela pandemia de coronavírus aos microempreendedores. Confira mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

Sicoob inova ao possibilitar que cooperados formem uma comunidade digital

Correios passam a oferecer serviços digitais devido à pandemia do coronavírus

Confira 5 dicas para ser produtivo no home office durante a pandemia de coronavírus

Primeiramente, vale lembrar que o Mercado Pago é o braço de serviços financeiros do Mercado Livre. Segundo Pedro de Paula, chefe de Crédito do Mercado Livre no Brasil, a empresa pretende retomar a originação mais intensamente, para ajudar seus vendedores, cuja maioria é composta por micro e pequenos negócios.

Essa ajuda do Mercado Pago sem dúvida é muito bem-vinda. Afinal, é consenso entre os economistas que o isolamento social provocará uma grave recessão. Sendo assim, ações com objetivo de ajudar micro e pequenas empresas podem ajudar a manter muitos empregos. Embora os governos tentem atenuar os efeitos econômicos do isolamento social, essas medidas acabam não sendo suficientes para salvar as finanças dos pequenos negócios.

Linha de crédito do Mercado Pago ajudará pequenos negócios

Tendo em vista esse cenário, essa linha de crédito de R$ 600 milhões do Mercado Pago vem em um momento muito apropriado. Conforme pesquisa divulgada pelo Sebrae na semana passada, 60% dos pequenos empreendedores no Brasil não teriam conseguido crédito desde o começo dessa crise.

De acordo com Tulio Oliveira, presidente do Mercado Pago, a linha de crédito que o governo federal prepara junto aos bancos não deve beneficiar os pequenos empresários. Afinal, tal linha de crédito para pagar salários é destinada a empresas cujo faturamento anual fica entre R$ 300 mil e R$ 10 milhões ao ano. Oliveira afirma, ainda, que está discutindo com o governo a respeito de alternativas para ajudar os microempreendedores.

Apesar da queda elevada nas vendas devido à crise, nas últimas duas semanas as vendas no Mercado Livre aumentaram, principalmente, em negócios cujas vendas podem ser feitas por meios eletrônicos.

Plataformas digitais estão de olho no Auxílio Emergencial

Assim como outras plataformas digitais, o Mercado Pago também está de olho no Auxílio Emergencial. A empresa espera que o governo permita que o pagamento do benefício, de R$ 600 a R$ 1200, possa ser feito por seus canais. De acordo com Oliveira, aproximadamente 70% dos beneficiários do Auxílio Emergencial já seriam clientes de plataformas de pagamentos digitais.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Piotr Swat / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...