Lucro do FGTS em 2019 será distribuído aos trabalhadores, que terão ganho real

Os trabalhadores com saldo em conta do FGTS em 31 de dezembro de 2019 certamente terão um ótimo motivo para comemorar essa mês; afinal o conselho curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aprovou hoje (10) a distribuição de parte do lucro do ano passado. Sendo assim, os trabalhadores receberão R$ 7,5 bilhões do lucro de 2019 do FGTS, o que equivale a 66% do lucro total. Confira mais detalhes nessa matéria!

É provável que você também goste:

Fim da isenção da cesta básica pode aumentar valor do Bolsa Família

Como voltar a ter direito ao saque emergencial do FGTS de até R$ 1045

Empréstimo sem consulta ao SPC/Serasa: Como funciona a antecipação do FGTS

Os valores referentes ao Lucro do FGTS em 2019 serão distribuídos aos trabalhadores que tinham saldo em conta do FGTS em 31 de dezembro de 2019. A distribuição deve ser feita até 31 de agosto de 2020 e os valores serão divididos conforme o saldo do FGTS de cada trabalhador.

O rendimento anual do FGTS será de 4,9% com essa distribuição de lucros, ou seja, um valor maior do que a inflação em 2019, que foi de 4,31%. Sendo assim, dessa vez os trabalhadores terão um ganho real com o rendimento do FGTS.

Além disso, vale destacar que esse rendimento do FGTS é superior também ao da poupança, que rendeu apenas 4,26% em 2019.

É possível sacar esse valor referente à distribuição do lucro do FGTS em 2019?

Para muitos trabalhadores, sem dúvida esse valor da distribuição do lucro do FGTS em 2019 seria muito bem-vindo. No entanto, infelizmente essa valor não estará disponível para saque.

O FGTS só pode ser sacado nos casos previstos em lei, como demissão sem justa causa, compra de imóvel ou aposentadoria. Além disso, também existe a possibilidade de se fazer o saque emergencial, que consiste em um valor de até R$ 1045.

No ano passado, cerca de R$ 125 bilhões de reais foram retirados do FGTS conforme as formas previstas em lei. Além disso, mais R$ 26 bilhões foram sacados pelo programa “saque imediato”, que disponibilizava até R$ 500 por conta.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: gustavomellossa / Shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais