Em videoconferência realizada hoje (23) pela Câmara de Comércio França-Brasil, Rodrigo Maia (DEM-RJ) contrariou declarações recentes do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, estender o auxílio emergencial por mais um ou dois meses não quebrará o Brasil. Ele ainda afirmou que dizer que estender o auxílio emergencial quebrará o país é um “exagero”. Confira mais detalhes nessa matéria!

É provável que você também goste:

Está mais fácil contestar na Defensoria Pública o Auxílio Emergencial negado injustamente

Itaú Unibanco oferece dezenas de vagas de emprego pelo país

Como recuperar o seu dinheiro roubado do Caixa Tem pelo golpe do auxílio emergencial

Maia diz que estender auxílio emergencial não quebrará o Brasil

Em transmissão recente nas suas redes sociais, Bolsonaro afirmou que vai vetar a proposta atual de pagar mais duas parcelas de R$ 600 de auxílio emergencial. O Ministério da Economia pretende pagar mais duas parcelas do benefício, mas reduzindo o valor para R$ 300.

De acordo com Rodrigo Maia, é preciso criar um “grande programa com foco na renda dos mais vulneráveis”. Contudo, Maia admite que é inviável estender o auxílio emergencial de R$ 600 por vários meses.

Por fim, Rodrigo Maia criticou o cadastro usado pelo governo para pagar o auxílio emergencial. Conforme Maia, o cadastro utilizado é confuso e não aproveitou dados já obtidos pelos municípios. Além disso, o deputado sugeriu que Bolsonaro faça um pente fino na lista de beneficiários do auxílio emergencial, para excluir pessoas que não precisam do dinheiro ou que estão recebendo o benefício indevidamente.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: A.RICARDO / Shutterstock.com

Sobre o Autor

Jadre Marques Duarte Junior

Redator-chefe

Graduado em Administração de Empresas pela UFRGS. Apaixonado por marketing, comunicação e finanças, possuo mais de 8 anos de experiência na área de T.I. aplicada a serviços financeiros.

Ver todos os artigos