Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

MEC divulga regras para o segundo semestre do FIES 2021

0

O MEC acaba de divulgar as novas regras para o segundo semestre do FIES 2021. Os estudantes que estão tentando uma vaga na universidade devem ficar atentos às novas exigências para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021, que foram publicadas nesta segunda-feira (25) no Diário Oficial da União.

É provável que você também goste:

7 dicas para melhorar suas finanças pessoais em 2021

Novo empréstimo do PAN com o Méliuz aceita negativados e dá 1% de cashback

Empréstimo pelo Caixa Tem: governo quer aumentar para até R$ 5.000

A portaria publicada neste 25 de janeiro informa quais serão os procedimentos e regras para:

  • Oferta de vagas pelas instituições de educação superior;
  • Seleção das vagas a serem ofertadas;
  • Inscrição dos candidatos;
  • Classificação e pré-seleção dos candidatos;
  • Complementação da inscrição pelos candidatos pré-selecionados;
  • Redistribuição das vagas entre os grupos de preferência.

MEC divulga regras para o segundo semestre do FIES 2021

O estudante que quer participar do FIES precisa comprovar uma renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa, ou seja, somando todos os rendimentos de sua família e dividindo pelo número de integrantes, não pode passar de R$ 3.300.

Além disso, o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em pelo menos uma edição a partir de 2010. Neste ele deve ter tido nota mínima de 450 pontos na média das cinco provas. Também é necessário não ter zerado a redação.

Ademais, as regras para o segundo semestre do FIES foram divulgadas, mas o cronograma de seleção ainda deve ser publicado em edital específico.

O que é o Fundo de Financiamento Estudantil?

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa desenvolvido pelo Ministério da Educação, para financiar a graduação superior de estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos. O FIES é garantido pela Lei 10.260, de 2001, e permite financiar até 100% do curso, e as inscrições são feitas em fluxo contínuo. Assim, o estudante pode solicitar o financiamento em qualquer período do ano.

Desde 2010, o FIES tem uma taxa de juros de 3,4% a.a. O período de carência é de 18 meses, enquanto que o período de amortização é 3 (três) vezes o período de duração regular do curso, mais 12 meses. Além disso, desde 2010 também o Agente Operador do Programa é o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O FNDE é responsável pelos contratos formalizados a partir de 2010.

Entretanto, desde o segundo semestre de 2015, os financiamentos concedidos com recursos do FIES passaram a ter taxa de juros de 6,5% ao ano.

Fonte: Agência Brasil

Enfim, o que achou da matéria?

Então se você quer saber mais sobre esse e outros assuntos de finanças, é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitter, Instagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, etc.

Imagem: logo do FIES 2021.

Comentários
Carregando...