Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

MEI: planos de saúde para microempreendedores; confira

0

O valor do plano de saúde para MEI muda conforme as características de cada plano. É importante considerar os benefícios de cada um deles ao avaliar os valores. Dessa forma, é preciso comparar os planos disponíveis no mercado antes de escolher qual é o melhor segundo às suas necessidades.

São diversos motivos que levam trabalhadores informais e autônomos a abrirem um registro de MEI (Microempreendedor Individual). Um dos motivos é a possibilidade de contratar um plano de saúde MEI, com modalidade de até 40% de desconto comparado ao plano de saúde individual.

É provável que você também goste:

MEI: prazo de entrega da declaração anual é adiado para 30 de junho

MEI: confira como emitir nota fiscal

Informações importantes

Veja quais são as principais características para observar antes de assinar o contrato de adesão:

  • Coparticipação: envolvimento financeiro do beneficiário em procedimentos feitos em clínicas e hospitais;
  • Carência: prazo para cumprir antes de utilizar as coberturas do plano de saúde;
  • Abrangência geográfica: área na qual a operadora do plano de saúde realiza seus serviços;
  • Rede assistencial: conferir a disponibilidade dos serviços laboratoriais;
  • Tipos de acomodação hospitalar: Acomodação hospitalar individual e a coletiva.
  • Área de atuação: especificação dos municípios que participam da abrangência do plano de saúde.

Quais são as regras?

Além de ser um Microempreendedor para contratar um plano de saúde MEI, também é preciso:

  • CNPJ ativo na Receita Federal;
  • Condição MEI regular;
  • Estar cadastrado no órgão competente há no mínimo 6 meses;
  • Atividade empresarial individual ou em conjunto;
  • O serviço de plano de saúde é para no mínimo 2 ou 3 vidas.

Como solicitar um plano de saúde MEI?

Se desejar contratar um plano de saúde MEI saiba que é um processo relativamente prático. Agora, os únicos requisitos são que a empresa esteja funcionando há pelo menos 180 dias (6 meses) e que o grupo de contratação tenha no mínimo 2 pessoas.

Além disso, você deverá apresentar os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento, (caso tenha crianças como dependentes);
  • Cartão CNPJ emitido pela Receita Federal;
  • CCMEI: Certificado do MEI;
  • Comprovante de endereço;
  • Relação do FGTS (caso algum beneficiários do plano seja o funcionário);
  • Documentos referentes aos beneficiários (RG, CPF e comprovante de residência);
  • Outras documentações solicitadas pela operadora do plano de saúde.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: fizkes / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar