Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

MEIs precisam declarar Imposto de Renda de pessoa física para evitarem multa

0

Se você é um microempreendedor individual (MEI) e ainda não declarou o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano, precisa correr. Isso porque os MEIs precisam declarar Imposto de Renda para evitarem multas! O prazo de entrega para a declaração, estendido pelo governo devido à pandemia de coronavírus, se encerra no dia 30 de junho.

É provável que você também goste:

Itaú e Banco do Brasil reduzem taxas de juros dos empréstimos após corte da Selic

Queda da Selic: Rendimento da conta digital do Nubank ainda vale a pena?

Projeto de lei suspende cobrança de empréstimo consignado

Multa por atraso na declaração vai de R$50 a 20% do imposto

No Brasil, atualmente, estão registrados mais de 10 milhões de MEIs, contudo, nem todos precisam declarar. Mas para aqueles que se enquadram nas obrigatoriedades e têm esse tipo de empresa, a multa por atrasos na declaração varia de R$ 50 a até 20% dos tributos.

Além disso, o MEI que não informar seus rendimentos de 2019 será impedido de emitir os boletos para pagamento do imposto mensal. Ou seja, não terá o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

Muitos MEIs não sabem que precisam declarar Imposto de Renda

Segundo Alexandre Carvalho, fundador do Easymei, plataforma de auxílio e gestão para microempreendedores, muitos não entregam a declaração anual por não saberem que precisam declarar Imposto de Renda de Pessoa Física.

A falta de conhecimento sobre a obrigatoriedade acontece porque muitos confundem pessoa física e jurídica. Isso porque os MEIs preenchem a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Assim, muitos se confundem ao achar que ela substitui o Imposto de Renda de Pessoa Física, que é declarado à Receita Federal.

Confira algumas dicas para declarar o Imposto de Renda sendo MEI:

Separe a pessoa física da sua microempresa

Conforme mencionado acima, não se deve confundir pessoa física e jurídica. Assim, o empreendedor deve separar o que se refere a cada uma delas. A receita da atividade da empresa MEI é da Pessoa Jurídica, enquanto que, para pessoa física, são necessários alguns cálculos para se obter o seu lucro.

Apure a receita bruta do ano

Para chegar ao valor total da receita bruta, é preciso considerar todas as operações, tanto as que são dispensadas de emissão de documento fiscal, quanto as emitidas. Além disso, o MEI que usa máquina de cartão deve inserir os valores também na hora de fazer os cálculos para declarar o imposto.

Salve seus comprovantes e documentos

Ao contar com documentos organizados mensalmente, é muito mais simples realizar a sua declaração anual. Portanto, a recomendação é que você salve todos os seus comprovantes DAS e relatórios mensais em uma pasta ou em um sistema de nuvem. Quando precisar realizar a declaração do Imposto de Renda, basta reunir tudo que está salvo.

Não perca o prazo, a data final para a declaração do Imposto de Renda é no dia 30 de junho.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Marcelo Ricardo Daros via shutterstock

Comentários
Carregando...