Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Motoristas de aplicativo são obrigados a ligar o ar-condicionado?

O uso do ar-condicionado em carros de aplicativo causa muito dilema e dúvidas. Descubra a posição de empresas como Uber e 99

Este artigo aborda uma situação enfrentada por motoristas e passageiros de dois dos principais serviços de transporte por aplicativo no Brasil: Uber e 99. Trata-se do uso do ar-condicionado. Com a aproximação do verão e as temperaturas cada vez mais quentes, podendo chegar até 45ºC, a questão se torna ainda mais significativa.

O dilema surge quando, a fim de economizar combustível, alguns motoristas optam por não ligar o ar-condicionado. No entanto, isso pode causar desconforto aos passageiros. Esse comportamento tem originado cada vez mais reclamações.

Qual é o posicionamento das empresas sobre a obrigatoriedade do ar-condicionado?

Ar condicionado no carro
Imagem: DimaBerlin / Shutterstock.com

Um ponto interessante a se considerar é a ausência de uma regra explícita nas diretrizes dessas plataformas sobre a obrigatoriedade do uso do ar-condicionado, seja nas categorias mais simples ou Comfort e Black. Quando indagada, a 99 alega que a decisão é entre motorista e passageiros.

Veja também: 10 países onde a carga horária de trabalho é MENOR que no Brasil; veja a lista

De fato, em suas diretrizes, a empresa destaca a importância do respeito, empatia e gentileza durante a viagem para que a experiência seja a melhor possível para ambas as partes. Por sua vez, a Uber se posiciona de maneira similar, ainda que não tenha se manifestado oficialmente sobre o tema.

Mas, afinal, existe alguma regra?

Apesar de não haver obrigatoriedade quanto ao seu uso, é interessante notar que todas as plataformas de transporte por aplicativo exigem que os carros cadastrados possuam ar-condicionado. Essa condição faz parte das principais regras que os veículos devem cumprir.

Por fim, diante da chegada de um período de altas temperaturas e considerando o conforto dos passageiros, é importante que essa questão seja enfrentada de maneira satisfatória tanto pelas empresas quanto pelos motoristas. Caso contrário, o bem-estar dos usuários dessas plataformas pode ser severamente comprometido.