Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Negociação para reajuste salarial de servidores retornará dia 28; saiba mais

Reunião para decisão sobre reajuste de servidores retornará em breve. Saiba os detalhes sobre as mudanças e como isso poderá te impactar.

Nesta sexta-feira (2), o Governo Federal convocou seus servidores para a primeira reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) de 2024. O evento está agendado para o dia 28 de fevereiro, com início às 14h30. Contudo, ainda é incerto se o governo alterará sua posição atual, que não prevê aumentos salariais para 2024, a menos que a arrecadação exceda suas expectativas.

O Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos indicou que só pôde retomar as negociações após as entidades sindicais chegarem a um consenso sobre um índice de reajuste, proposto como contraposta à União na questão da correção salarial para 2024.

Como será o reajuste de servidores

Na imagem, casal de idosos analisando um documento, na frente deles há um notebook
Imagem: Inside Creative House / shutterstock.com

A contraproposta, abrigada no MGI, contempla dois blocos de recomposição salarial. O primeiro prevê um reajuste de 34,32%, dividido em três parcelas iguais de 10,34%, para os servidores federais que firmaram acordos válidos por dois anos em 2015.

Já para os servidores que fizeram acordos salariais por quatro anos em 2015, o reajuste proposto é de 22,71%, também com parcelamento em três vezes. Itens adicionais da contraproposta incluem a equiparação de benefícios como alimentação e creche e a necessidade de maior agilidade nas mesas específicas de negociação.

Em uma reunião da MNNP em dezembro passado, a União apresentou sua proposta de reajuste de benefícios e reestruturação de carreiras, incluindo a majoração gradual do salário funcional público ao longo de quatro anos.

Impacto do reajuste salarial

Além disso, para o ano vigente, o governo propôs alterações nos valores dos benefícios concedidos aos servidores públicos. Alguns exemplos são uma elevação substancial no auxílio-alimentação e ajustes no auxílio-creche.

Agora, resta aguardar as negociações previstas para o final de fevereiro (28). Entretanto, diante do cenário atual, uma certeza prevalece: qualquer ajuste aplicado aos salários dos servidores públicos terá implicações significativas para o orçamento da União. Além disso, terá impacto direto na vida de muitos brasileiros que trabalham como funcionários públicos federais.

Imagem: Inside Creative House / shutterstock.com