Nome de inadimplentes fica limpo após 5 anos no SPC/Serasa?

Será que o nome dos inadimplentes fica limpo após 5 anos no SPC/Serasa?

0

Para que você possa ter acesso a empréstimos, financiamentos ou cartão de crédito, na maioria das vezes, é necessário ter o nome limpo em órgãos de proteção ao crédito, como SPC, Serasa e Boa Vista. A maioria das instituições financeiras também utiliza informações sobre os hábitos de consumo do indivíduo. Dessa forma, caso o nome da pessoa esteja na lista de inadimplentes, a liberação de alguns serviços se torna quase impossível. Algumas pessoas afirmam que o nome fica limpo após 5 anos no SPC ou Serasa, assim, o CPF do indivíduo não fica visível na lista de restrições. Você sabe se essa afirmação é verdadeira? Saiba tudo sobre isso aqui neste artigo.

É provável que você também goste:

Governo poderá usar o Caixa Tem para pagamento mensal do Bolsa Família

Empreendedores de sucesso dão conselhos para quem quer empreender

Como conseguir isenção de anuidade no cartão de crédito do Carrefour

Nome limpo após 5 anos no SPC e Serasa?

Sim, o nome da pessoa fica limpo após 5 anos no SPC e Serasa, pelo fato da dívida prescrever. Entretanto, existem algumas ressalvas. Isso acontece porque apenas o nome deixa de constar, e os débitos do indivíduo continuam a existir e podem ser cobrados, assim como ações judiciais.

Além disso, se a pessoa obtiver outras dívidas com maior tempo de inadimplência, o cadastro ainda estará evidenciado nas listas. Você pode consultar no relatório SCR do Banco Central do Brasil.

Como sair da negativação?

Está na lista de negativados? Uma dica para se livrar das dívidas, é acumular esforços e garantir uma renda, principalmente se estiver desempregado. Dessa forma, fica mais fácil reorganizar a vida financeira e limpar o nome.

Existem várias opções para renegociar as suas dívidas e deixar de ter o nome sujo no SPC/SERASA. Uma possibilidade é através do Feirão Limpa Nome do Serasa, e é possível conseguir até 90% de desconto.

Outra dica importante é separar pelo menos 10% da suas renda para esse fim e procurar por serviços de apoio ao inadimplente.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Brenda Rocha via shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais